Finanças Públicas Portugal-Grécia no regresso aos mercados. Quem ganha?

Portugal-Grécia no regresso aos mercados. Quem ganha?

A semana passada ficou marcada pelo regresso da Grécia aos mercados, com a colocação de dívida a cinco anos, num caminho que Portugal começou a percorrer em 2013. Veja a infografia com as comparações entre vários indicadores dos países nesses dois momentos.

Uma comparação entre as previsões para a economia nacional em 2013, um ano antes de Portugal terminar o seu programa de ajustamento, e as previsões de 2017 para a Grécia – também a um ano de terminar o seu (terceiro) programa da troika – evidencia as forças e as fragilidades da economia helénica no início do seu percurso de acesso aos mercados. 


A Grécia de Alexis Tsipras em 2017 cresce mais do que o Portugal de Pedro Passos Coelho em 2013 (ainda em recessão), e regista excedentes orçamentais primários na casa dos 3% do PIB – o que compara com um saldo equilibrado registado por Lisboa nesse ano. São estes resultados, juntamente com a perspectiva de Atenas terminar o seu programa com sucesso em Agosto de 2018 (o que lhe garantirá um novo alívio europeu nas condições de pagamento da sua dívida – que já são mais favoráveis que as de Portugal), que explicam que os investidores tenham exigido uma taxa de juro a cinco anos de 4,6% na emissão de dívida de ontem, abaixo dos 4,9% exigidos a Portugal na sua primeira emissão de 2013.

Mas estes números não escondem as enormes fragilidades gregas, de resto evidenciadas nos baixos "ratings" atribuídos à Grécia, bem abaixo dos atribuídos a Portugal a um ano de recuperar o acesso aos mercados. A Grécia permanece como uma das maiores dívidas públicas do mundo, bem maior do que a de Portugal em 2013, a que se junta mais malparado, uma banca dependente do financiamento do BCE e sujeita a controlo de capitais, e uma taxa de desemprego acima de 20%.




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado beachboy 29.07.2017

...que farsa...
...comparar alhos com bugalhos!...
...a Grécia teve perdões dívida enormes!...
...não tem economia e vive da chantagem!...
...aqui sempre temos economia, que inclui agricultura e indústria!...
...os dados estatísticos Gregos valem pouco e o sistema fiscal deles é absurdamente ineficaz!...
...a organização Administrativa do Estado Grego é do tempo da pedra lascada!...
...não nos queiram fazer passar por imbecis, mais do que já fazem!...
...escrevem sobe o que não conhecem!...
...jornalismo da treta!...

comentários mais recentes
Bruno 30.07.2017

Comparação sem qualquer tipo de rigor. O jornalista que escreveu compara o que não é comparável. Nunca se pode comparar os dois países, primeiro porque temporalmente não é possível, e segundo porque a Grécia já passou por 4 resgates.

Anónimo 29.07.2017


Os gregos ainda podem melhorar muito a parte exprimir povo em impostos e combater corruptos

Os tugas estam lixados porque a nivel impostos ja sao espremidos com mais eficacia

surpreso 29.07.2017

Que palhaçada é esta?A Grécia só se mantém no euro ,por razões geo-estratégicas

beachboy 29.07.2017

...que farsa...
...comparar alhos com bugalhos!...
...a Grécia teve perdões dívida enormes!...
...não tem economia e vive da chantagem!...
...aqui sempre temos economia, que inclui agricultura e indústria!...
...os dados estatísticos Gregos valem pouco e o sistema fiscal deles é absurdamente ineficaz!...
...a organização Administrativa do Estado Grego é do tempo da pedra lascada!...
...não nos queiram fazer passar por imbecis, mais do que já fazem!...
...escrevem sobe o que não conhecem!...
...jornalismo da treta!...

pub
pub
pub
pub