Finanças Públicas Portugal paga 80% do empréstimo ao FMI após reembolso de mais mil milhões

Portugal paga 80% do empréstimo ao FMI após reembolso de mais mil milhões

Em 2017, o Governo português pagou de forma antecipada mais de 10 mil milhões de euros ao FMI. Com os mais de mil milhões agora pagos, Portugal já saldou cerca de 80% da dívida ao Fundo Monetário Internacional.
Portugal paga 80% do empréstimo ao FMI após reembolso de mais mil milhões
EPA
Nuno Carregueiro 18 de dezembro de 2017 às 18:37

O Ministério das Finanças anunciou esta segunda-feira, 18 de Dezembro, que já foi efectuado o reembolso de 1.001 milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI), que o IGCP tinha já antecipado que iria acontecer.


Com este reembolso antecipado, fica pago cerca de 80% do empréstimo total do FMI, que foi de 26.300 milhões de euros. No total deste ano, o Tesouro português reembolsou a entidade sediada em Washington em 10.013 milhões de euros, mais do dobro dos 4.500 milhões de euros reembolsados em 2016.

 

A parcela do empréstimo que foi agora reembolsada vencia entre Março e Maio de 2021. Numa apresentação a investidores, o IGCP tinha já antecipado que este reembolso de mil milhões de euros iria ser efectuado até final deste ano.

 

"O plano de amortizações antecipadas do FMI continuará a ser implementado no próximo ano, como previsto no programa de financiamento da República, mantendo-se ainda assim uma prudente almofada financeira", refere o comunicado das Finanças.

 

No ano que vem o Estado estima reembolsar 800 milhões de euros e aponta para 2021 o pagamento de mais 1.800 milhões. Após este reembolso de mil milhões, falta liquidar pouco mais de 5 mil milhões de euros.

 

No âmbito do Programa de Assistência Económica e Financeira (PAEF), o organismo liderado por Christine Lagarde financiou Portugal em 26,3 mil milhões de euros, a que se juntaram 26 mil milhões de euros do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira e 24,1 mil milhões do Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira.

 

(notícia actualizada às 18:52 com mais informação)




pub