Energia Portugal quer vender energia renovável à Alemanha e França

Portugal quer vender energia renovável à Alemanha e França

O Governo português vai assinar um acordo com Alemanha, França, Espanha e Marrocos para promover o comércio de electricidade a partir de fontes renováveis.
Portugal quer vender energia renovável à Alemanha e França
André Cabrita-Mendes 17 de Novembro de 2016 às 06:00

Energia eólica portuguesa a carregar carros eléctricos na Alemanha ou a iluminar as casas de famílias francesas? Esta pode ser uma realidade nos próximos anos, apesar do longo caminho que ainda tem de ser feito.

 

Um passo inicial vai ser dado esta quinta-feira, 17 de Novembro, com a assinatura de uma declaração conjunta para promover um plano para o comércio de electricidade sustentável por parte de cinco países: Alemanha, França, Portugal, Espanha e Marrocos.

 

"Este compromisso implica o planeamento da progressiva integração dos mercados energéticos, para o qual é fundamental o reforço das interligações de energia entre a Península Ibérica e o resto da Europa, bem como, a futura interligação entre Portugal e Marrocos", pode-se ler no comunicado do gabinete do secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches.

 

Portugal, Espanha e França assinaram um acordo em 2015 para reforçar as interligações energéticas entre os dois países ibéricos e entre os dois lados dos Pirinéus. Já este ano, Portugal e Marrocos deram os primeiros passos para instalar um cabo submarino entre os dois países para transportar electricidade.

 

"Para Portugal, esta declaração configura assim, mais um passo relevante na estratégia de desenvolvimento das infraestruturas de transporte transfronteiriças, fundamentais para garantir a política de promoção das energias renováveis e de segurança de abastecimento", segundo a mesma fonte.

 

O objectivo dos cinco países é chegar a um acordo final até à realização da cimeira sobre as alterações climáticas COP23, que vai ter lugar na Ásia em Novembro de 2017.

 

Portugal assumiu um compromisso com a União Europeia para que até 2020 as fontes de energia renovável pesem 31% no consumo final de energia. Até ao momento, 87% desta meta já foi cumprida.

 

O peso das energias renováveis na potência instalada em Portugal cresceu 15 pontos percentuais desde 2015 para atingir um total de 12.300 megawatts de tecnologias renováveis, pesando 61% da potência total do parque produtor de electricidade em Portugal.

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub