Ambiente Portugueses fizeram 3.500 novos furos em quatro meses para obter água

Portugueses fizeram 3.500 novos furos em quatro meses para obter água

A Agência Portuguesa do Ambiente registou uma média de 870 novos furos subterrâneos por mês, escreve o Público na sua edição desta quarta-feira. No país já existem cerca de 60 mil captações de água subterrâneas e superficiais.
Portugueses fizeram 3.500 novos furos em quatro meses para obter água
Negócios 22 de novembro de 2017 às 10:34

Segundo o Público, entre 1 de Junho e 30 de Setembro foram realizadas no país 3.467 novas captações de águas subterrâneas, os chamados furos. Os números são do relatório de Outubro do grupo de trabalho que presta assessoria técnica à Comissão Permanente de Prevenção, Monitorização e Acompanhamento dos Efeitos da Seca, citado pelo jornal na sua edição desta quarta-feira, 22 de Novembro.

 

Em Portugal existem já cerca de 60 mil captações de águas, subterrâneas e superficiais, e o grupo de trabalho recomenda que, dada a situação de seca extrema que o país atravessa, com diminuição dos níveis de água na barragens e albufeiras, as novas captações devem ser limitadas ao estritamente necessário para não comprometer as já existentes.

 

Os furos são autorizados pela Agência Portuguesa do Ambiente. No período em causa, 1.519 foram feitos na zona norte, 862 foram autorizados pela Administração da Região Hidrográfica Tejo e outros 633 pela Administração da Região Hidrográfica Centro.




pub