Saúde Presidente da Apifarma: SNS devia ter um modelo igual ao das câmaras para saldar as dívidas

Presidente da Apifarma: SNS devia ter um modelo igual ao das câmaras para saldar as dívidas

A dívida do Serviço Nacional de Saúde aos privados ascende a 1,3 mil milhões de euros afirma o presidente da Apifarma, João Almeida Lopes.
A carregar o vídeo ...
Celso Filipe Rosário Lira 17 de setembro de 2017 às 12:00
O presidente da Apifarma - Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica, defende que o Governo crie um espécie de PAEL (Programa de Apoio à Economia Local) para que o Serviço Nacional de Saúde pague a sua dívida aos privados, a qual actualmente ascende a 1,3 mil milhões de euros.

Na Conversa Capital, um espaço de entrevista conjunto entre o Negócios e a Antena 1, João Almeida Lopes sugere um mecanismo desta natureza para permitir ao SNS pagar as suas dícidas aos privados, estabelecendo em paralelo regras para a criação de nova dívida.


"Se pensar, por exemplo, numa emissão obrigacionista do Estado específica para esta matéria, com um prazo específico, isso permite a solvência imediatamente de todas as dívidas. No fundo, é cumprir aquilo que a União Europeia de alguma maneira recomenda através da sua directiva dos pagamentos a tempo e horas", afirma o líder da Apifarma.

 




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 3 dias

Os médicos e os enfermeiros vão estoirar com o Serviço Nacional de Saúde. Avizinha-se a sua privatização, porque não há condições de orientação para qualquer governo.

pertinaz Há 3 dias

NO DIA EM QUE TAL ACONTECER O DÉFICE DISPARA... AS CONTAS PÚBLICAS ESTÃO MARTELADAS...!!!

Anónimo Há 3 dias

Sempre houve peixe graúdo a viver e a roubar o SNS. Enquanto não forem erradicados haverá sempre uma direita reacionária a atacar este sistema. Estão a dar-lhers pretextos para o fazerem.

General Ciresp Há 4 dias

Impressionante:a medida que os Srs.jornalistas vao despindo a gerigonca,ficamos horrorosos ao ver tal FETO.Que pena cavaco silva nao ter optado na altura pelo ABORTO,Que mais ai vira.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub