Américas Presidente da Apple expressa apoio a jovens imigrantes que Trump pondera deportar

Presidente da Apple expressa apoio a jovens imigrantes que Trump pondera deportar

O presidente da gigante tecnológica norte-americana Apple, Tim Cook, declarou apoio às centenas de imigrantes funcionários da empresa levados para os Estados Unidos quando crianças e protegidos da deportação por um programa que Donald Trump pondera agora eliminar.
Presidente da Apple expressa apoio a jovens imigrantes que Trump pondera deportar
Bloomberg
Lusa 04 de setembro de 2017 às 07:20
Numa mensagem publicada no domingo à noite na sua conta da rede social Twitter, Tim Cook escreveu: "250 dos meus colegas de trabalho da Apple são #Dreamers. Estou ao lado deles. Eles merecem o nosso respeito enquanto nossos pares e uma solução assente nos valores americanos".

A Casa Branca indicou que o Presidente Trump deverá anunciar na terça-feira se vai ou não eliminar o programa do seu antecessor, Barack Obama, baptizado como "Deferred Action for Childhood Arrivals" (Acção Diferida para Imigração Infantil), que permitiu a quase 800.000 imigrantes levados para o país ilegalmente, como crianças, aí ficar e trabalhar legalmente.

Tim Cook e os presidentes de empresas como o Facebook, a Microsoft e a Google, entre outras, têm pressionado Trump para que mantenha este programa.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub