Economia Presidente da IP garante que estrada onde morreram 46 pessoas estava limpa

Presidente da IP garante que estrada onde morreram 46 pessoas estava limpa

António Laranjo afirmou no Parlamento que a estrada nacional 236-1 tinha sido limpa no início de Junho.
Presidente da IP garante que estrada onde morreram 46 pessoas estava limpa
Reuters
Maria João Babo 04 de julho de 2017 às 13:38

O presidente da Infraestruturas de Portugal (IP), António Laranjo, adiantou esta terça-feira no Parlamento que "há evidências de que a estrada nacional 236-1 e o IC8 estavam limpas", quer "pelo vídeo da própria Ascendi, quer naquilo que é a nossa própria vistoria para verificação das condições contratuais".

 

"Tinham sido limpas no início de Junho, mês efectivamente fatídico para aquela zona", disse António Laranjo. 

 

Os incêndios em Pedrógão Grande vitimaram 64 pessoas, sendo que a grande maioria (46) morreu na estrada nacional 236-1, entre Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera.

 

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, afirmou recentemente que as condições legais e operacionais da limpeza das bermas das estradas terão de ser analisadas.

 

"Passei alguns dias em todo o local, percorri muitos quilómetros nos locais dos incêndios: os elementos que existem são de vídeos, são de fotografias e registam as limpezas que foram feitas e os locais onde foram feitas", afirmou Laranjo.

 

"O que compete à IP é o cumprimento do contrato, não a fiscalização das faixas de gestão dos combustíveis", adiantou.

 




A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
RIDÍCULO E VERGONHOSO 04.07.2017

Chegámos à fase do vale tudo... Este indivíduo não tem dois dedos de testa para pensar no ridículo das afirmações que fez?

soares 04.07.2017

Este Laranjo que esteve á frente das obras para o euro, defensor do SIRESP, ainda tem coragem de insultar os mortos e familiares.

nuno 04.07.2017

Limpinha.
A lei prevê descontinuidade horizontal e vertical em pelo menos 10 meros para cada lado da estrada.
Depois de ardidas as árvores ainda se tocam de um lado ao outro da estrada.
É claro que estava tudo limpinho e conforme a lei.

Anónimo 04.07.2017

Ó senhor presidente? As IP não fiscaliza as limpezas das bermas, se o fizesse, veria que é cortada a erva e arbustos verdes, deixando-os nos locais a secar. É assim que se previne incêndios?Não.Assim está-se a aumentar as hipóteses de um fogo acontecer

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub