Mundo Presidente do Irão considera "ignorantes e absurdas" as palavras de Trump na ONU

Presidente do Irão considera "ignorantes e absurdas" as palavras de Trump na ONU

O presidente iraniano considera como "ignorantes e absurdas" as críticas feitas pelo líder americano ao acordo sobre o nuclear iraniano alcançado em 2015 ainda na presidência de Barack Obama.
Presidente do Irão considera "ignorantes e absurdas" as palavras de Trump na ONU
Reuters
Lusa 20 de setembro de 2017 às 20:31
O Presidente do Irão, Hassan Rouhani, considerou hoje "ignorantes e absurdas" as palavras de Donald Trump na Assembleia Geral da ONU e disse que o seu país irá cumprir o acordo nuclear, mas reagirá "com determinação" se este for denunciado.

Rouhani, que discursava na Assembleia-Geral da ONU, considerou que a "retórica de ódio" e as "acusações ridículas e sem fundamento" do Presidente dos EUA vão contra os princípios das Nações Unidas.

"Nós não enganámos ninguém, não fomos desonestos", disse o Presidente do Irão relativamente ao acordo nuclear de 2015, acrescentando que o seu país "responderá com determinação" a qualquer violação do mesmo.

"Seria uma pena se o acordo fosse destruído por novos bandidos na política internacional", disse Rouhani, referindo-se a Donald Trump.

Estas declarações surgem depois de o Presidente dos EUA ter dito, durante a sua intervenção na mesma sessão, que o acordo nuclear do Irão é "uma vergonha".

"O acordo pertence à comunidade internacional e não a um ou dois países", sublinhou Rouhani.

Para o Presidente do Irão, "ao quebrar os seus compromissos internacionais, a nova administração dos EUA está a destruir a sua própria credibilidade e a minar a sua confiança internacional".

O acordo foi assinado em 14 de Julho de 2015, em Viena, entre o Irão e seis grandes potências (Estados Unidos, Grã-Bretanha, Rússia, China, França e Alemanha), após 12 anos de negociações difíceis e prevê o levantamento progressivo das sanções internacionais contra o Irão, que em troca deve limitar ao uso civil o seu programa nuclear.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub