Américas Presidente do México: Já "informámos a Casa Branca que não estarei" no encontro de terça-feira

Presidente do México: Já "informámos a Casa Branca que não estarei" no encontro de terça-feira

O presidente dos EUA ameaçou: "Se o México não quer pagar o muro é melhor cancelar a reunião" que está agendada para 31 de Janeiro. O presidente mexicano foi mais longe e revelou que já anunciou que não se deslocará aos EUA na próxima semana.
Presidente do México: Já "informámos a Casa Branca que não estarei" no encontro de terça-feira
Bruno Simão/Negócios
Sara Antunes 26 de janeiro de 2017 às 17:14

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou na quarta-feira, 25 de Janeiro, duas ordens executivas para aumentar a segurança nas fronteiras e reprimir os imigrantes que vivem ilegalmente no país, tal como estava previsto. Em causa está a construção do muro entre a fronteira dos Estados Unidos e o México e a retirada de fundos federais às chamadas "cidades santuário", que não prendem ou detêm os imigrantes que vivem ilegalmente nos Estados Unidos, ou seja, protegem a deportação de indocumentados.

O presidente do México reagiu, reiterando que o seu país não vai pagar um muro que separe as duas nações. "Lamento e reprovo a decisão dos Estados Unidos de continuar a construção de um muro que há anos nos divide em vez de nos unir. O México não acredita em muros", afirmou Enrique Peña Nieto, numa mensagem transmitida na quarta-feira pela televisão, em que reiterou que o México não vai arcar com as despesas do muro.

 

Mas não esperou pela resposta do presidente dos EUA, que através do Twitter disse que se não está interessado em pagar, o melhor será mesmo cancelar o encontro entre os dois líderes, agendado para 31 de Janeiro.

 

"Os EUA têm um défice comercial com o México de 60 mil milhões de dólares. Tem sido um negócio com apenas um lado desde o início da NAFTA, com perdas de postos de trabalho e empresas massivas. Se o México não quer pagar pelo, muito necessário, muro, então é melhor cancelar a reunião agendada."

O ex-presidente do México, Vicente Fox Quesada, também usou o Twitter para mandar uma mensagem para os EUA. "Sean Spicer [porta-voz da Casa Branca], já disse isto a Donald Trump e vou dizê-lo a ti: o México não vai pagar o muro".

O presidente do México entretanto também se pronunciou, revelando que não estará presente no encontro que está agendado. "Esta manhã informámos a Casa Branca que não estarei na reunião de trabalho programa para a próxima terça-feira", revelou o presidente do México através da sua conta Twitter. O responsável adiantou ainda que: "O México reitera a sua vontade de trabalhar com os EUA para alcançar acordos favoráveis a ambas as nações".




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

O Presidente do México está com medo que o Trump entregue a conta ... isto ainda sobra para nós

Anónimo Há 3 semanas

Boa resposta.

pub
pub
pub
pub