Europa Presidente lituana alerta: Mísseis russos podem atingir Lisboa

Presidente lituana alerta: Mísseis russos podem atingir Lisboa

A Presidente lituana, Dalia Grybauskaité, alertou hoje que a Rússia está a proceder a uma "militarização muito agressiva e rápida" no enclave de Kalininegrado, através da colocação de "mísseis que podem também atingir Lisboa".
Presidente lituana alerta: Mísseis russos podem atingir Lisboa
Reuters
Lusa 29 de agosto de 2017 às 13:25
Dalia Grybauskaité falava aos jornalistas após um encontro com o Presidente da República português, Marcelo Rebelo de Sousa, no Clube dos Oficiais de Kaunas, na Lituânia, de acordo uma gravação enviada à agência Lusa pelo Palácio de Belém.

"Estamos face a uma militarização muito agressiva e rápida do setor de Kalininegrado, onde estão a ser colocados misseis que podem também atingir Lisboa", advertiu a chefe de Estado lituana, depois de "agradecer muito" a Marcelo Rebelo de Sousa a "ajuda de Portugal, que se intensificou após a ocupação [russa] da Crimeia em 2014".

Marcelo visitou hoje os 140 militares portugueses em missão na Lituânia, numa deslocação de menos de 24 horas àquele país que chegou a fazer parte da antiga União Soviética.

A Presidente lituana acusou, por outro lado, a Rússia de estar a utilizar a Lituânia para experimentar ataques cibernéticos, que depois tenciona utilizar noutros países.

"Os ataques cibernéticos e informáticos estão a ser experimentados no nosso país e a seguir aplicados nos outros países", afirmou.

Além de agradecer o apoio militar de Portugal, Dalia Grybauskaité lembrou que os países membros da NATO, quer do Leste quer do Sul da Europa, têm "desafios muito similares" no contexto global e colocou a Bielorrússia entre os "países agressivos".

A Presidente lituana declarou que Portugal participou três vezes em missões de polícia aérea e prevê participar mais uma vez em 2018.

"Orgulhamo-nos de ter um parceiro tão compreensivo, tão fiável e tão bom como Portugal", disse Dalia Grybauskaité, elogiando ainda a "parceria bilateral" em projectos culturais e afirmando que Portugal é "um dos destinos predilectos" dos estudantes Erasmus lituanos.



A sua opinião17
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Aonde é que esta fulana quer chegar ? Há 3 semanas

Aonde é que esta gaja quer chegar com esta afirmação parva ?
Por ter eventuais problemas com a Rússia, não nos queira meter no mesmo saco.

General Ciresp Há 3 semanas

Ponham um BINOCULO ultra moderno,e eu digo para onde o missel deve estar virado.

Anónimo Há 3 semanas

Mais uma lunática! Mas desde que atinjam o parlamento por mim força nisso.

Mr.Tuga Há 3 semanas

Bom, se acertar em cheio naquela coisa da AR e no clube do Largo dos RATOS, até não é mau .....

ver mais comentários
pub