Zona Euro Produção industrial na Alemanha com a maior subida em seis anos

Produção industrial na Alemanha com a maior subida em seis anos

A produção das fábricas germânicas subiu 2,6% em Agosto, o que representa a maior subida desde Julho de 2011.
Produção industrial na Alemanha com a maior subida em seis anos
Ana Laranjeiro 09 de outubro de 2017 às 07:51

A produção industrial na Alemanha, ajustada às variações sazonais e à inflação, avançou 2,6% em Agosto face ao mês anterior, de acordo com os dados do ministério alemão da Economia, publicados esta segunda-feira, 9 de Outubro, e citados pela Bloomberg.

Este crescimento da produção das fábricas da maior economia do euro representa a maior subida desde Julho de 2011, portanto em seis anos. Esta leitura, que é tipicamente volátil, compara com as estimativas dos especialistas, que anteviam que a produção industrial aumentasse 0,9%.

Por outro lado, comparando com Agosto do ano passado, a produção aumentou 4,7%.

"Desde o início do ano que a produção industrial mostra uma tendência ascendente cada vez mais forte", sublinha o ministério alemão da Economia em comunicado, citado pela Bloomberg. "O clima favorável de negócios e o desenvolvimento positivo dos pedidos de encomendas apontam para a continuação de uma actividade industrial boa", acrescentou.

Na última sexta-feira, 6 de Outubro, foi revelado que as encomendas à indústria alemã cresceram 3,6% em Agosto. Este valor representa a maior subida desde Dezembro do ano passado. O ministério alemão da Economia, em comunicado, defendeu que "a actividade das encomendas voltou a crescer" numa altura em que estava já num nível elevado. A confiança sólida na actividade empresarial "confirma este cenário positivo".


O banco central da Alemanha, o Bundesbank, previu em Junho que o produto interno bruto do país subisse 1,9% em 2017, ajustado aos efeitos de calendário. E no final do mês passado, cinco dos principais institutos de investigação alemães apresentaram as suas previsões de Outono onde indicaram que a economia germânica vai crescer 1,9% este ano e 2% em 2018.


Também no final de Setembro foi divulgado que o desemprego na Alemanha recuou para o valor mais baixo de sempre. Em Setembro, a taxa de desemprego na economia germânica, desceu para 5,6%, de acordo com os dados oficiais publicados esta sexta-feira, 29 de Setembro e citados pela Bloomberg. Em Agosto, o desemprego na Alemanha estava nos 5,7%.

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub