Conjuntura Produção industrial no Reino Unido desilude em Maio

Produção industrial no Reino Unido desilude em Maio

Ao contrário de Alemanha, França e Espanha, onde a actividade se expandiu, Londres voltou a desiludir pelo quarto mês consecutivo. Libra reage em queda.
Produção industrial no Reino Unido desilude em Maio
Reuters
Paulo Zacarias Gomes 07 de julho de 2017 às 10:16
Pelo quarto mês consecutivo, a produção industrial no Reino Unido saiu abaixo do esperado pelos analistas, alimentando preocupações com o abrandamento da economia numa altura em que decorrem negociações para o Brexit.

A actividade das fábricas em Maio recuou em 0,1% face ao mês anterior (que tinha sido de crescimento), falhando assim as previsões que apontavam para uma progressão de 0,4%.

Na comparação homóloga (em relação a Maio do ano passado), a actividade voltou a cair, mas menos do que em Abril: 0,2% contra um recuo de 0,8%. Mas de novo ficando aquém das expectativas, que apontavam para um crescimento anual de 0,2%.

Segundo o Financial Times, a actividade industrial representa cerca de 15% da actividade económica no Reino Unido e esperava-se que a depreciação da libra pós-referendo do Brexit pudesse alavancar este sector, ao tornar mais competitivos os produtos feitos naquele mercado.

Depois de conhecida a produção industrial britânica, a libra recua 0,42% em relação à nota verde, para 1,2917 dólares.

Os números de Londres contrariam o que ocorreu na produção industrial em Maio na Alemanha, França e Espanha, onde este indicador cresceu e ficou acima do esperado pelos analistas.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
ricardo 07.07.2017

Vai ser complicado para os ingleses...

Saber mais e Alertas
pub