IMI PS junta-se ao PSD e chumba redução da taxa máxima do IMI
IMI

PS junta-se ao PSD e chumba redução da taxa máxima do IMI

O PCP e o Bloco de Esquerda viram rejeitadas pelo Parlamento as suas propostas para redução da taxa máxima do IMI dos actuais 0,45% para 0,4%. A medida vinha a ser negociada desde o início das negociações para o Orçamento do Estado.
PS junta-se ao PSD e chumba redução da taxa máxima do IMI
Filomena Lança 24 de novembro de 2017 às 17:29

Os votos contra do PS e do PSD, durante a votação na especialidade que decorre esta sexta-feira, 24 de Novembro, no Parlamento, deitaram por terra a intenção do PCP e do Bloco de Esquerda de redução da taxa máxima do IMI, que está actualmente nos 0,45% e que assim se manterá no próximo ano.

 

Tanto comunistas como bloquistas tinham apresentado propostas neste sentido, ainda que com algumas diferenças.

O PCP queria, à semelhança do que conseguiu no ano passado, no Orçamento do Estado para 2017, uma redução em meia décima, para os 0,4%. Já o Bloco de Esquerda Bloco tinha uma proposta no mesmo sentido, mas um pouco mais restritiva: a redução não se aplicaria a todos os imóveis, mas apenas aos urbanos destinados a habitação permanente e cuja morada seja coincidente com o domicílio fiscal do proprietário. Para os demais prédios urbanos, a taxa manter-se-ia tal como está, entre 0,3% de mínima e 0,45% de máxima.

 

Desta vez o PS recusou juntar-se à esquerda e não acompanhou as propostas de alteração à proposta de Orçamento do Estado.

 

Refira-se que, segundo dados oficiais das Finanças, em 2017 há três municípios que aplicam a taxa máxima de 0,5% de IMI (ainda a isso obrigados por terem aderido a planos de apoio à economia local) e outro que aplica 0,48%. Dos restantes, 28 têm taxa de 0,45%.




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anti-NeoLib e Anti-NeoCon Há 2 semanas

O PSD é assim, se for para descer o IMI para o comum cidadão, vota contra. Mas se for para descer o Adicional de IMI ao milionário, já vota a favor. O PSD é assim também nos impostos sobre rendimento, pois vota a favor da descida do IRC, mas contra a descida do IRS. PSD = radicais Neoliberais.

Camponio da beira Há 2 semanas

Ó Dono dos Burros, eu acho que essa pista não deve custar mais de metade....

Maria Há 2 semanas

Ladrões. O sacrifício que se faz para pagar um apartamento ao banco e ainda temos de pagar a esta cambada de fdp que têm gente em casa, das FArmadas, a ganhar 100% sem fazerem nada. Bandidos!

Dono dos Burros Há 2 semanas

Aproveitando a foto que acompanha o artigo. Cabe dizer que esta câmara, Castelo Branco, não sabendo ao que fazer ao dinheiro que rouba aos contribuintes vai investir quase um 1.000.000€ numa pista para karts. Os privados que invistam. Por que carga de água hão-de ser os contribuintes? FdaP todos.

ver mais comentários
pub