Finanças Públicas PSD acusa Governo, PCP e BE de se preocuparem com os bancos mas não com as grandes empresas

PSD acusa Governo, PCP e BE de se preocuparem com os bancos mas não com as grandes empresas

No debate sobre o Programa de Estabilidade e o Programa Nacional de Reformas, Maria Luís Albuquerque tentou explorar uma das matérias que mais divisões tem revelado entre o Governo e os partidos à esquerda do PS.
PSD acusa Governo, PCP e BE de se preocuparem com os bancos mas não com as grandes empresas
Miguel Baltazar/Negócios
Marta Moitinho Oliveira 19 de abril de 2017 às 17:18
O PSD acusou esta quarta-feira o Governo e os seus parceiros no Parlamento de se preocupar com os bancos, em detrimento das grandes empresas. Maria Luís Albuquerque defendeu ainda que o Programa Nacional de Reformas e o Programa de Estabilidade não têm reformas, sendo "apenas para Bruxelas ver".

"Medidas mesmo, e generosas, só para a banca. Depois de ter renegociado o empréstimo ao Fundo de Resolução em termos tais que passou efectivamente grande parte do custo para os contribuintes, a maioria propõe-se agora dar aos mesmos bancos a possibilidade de deduzirem os prejuízos correspondentes às imparidades durante 15 anos", disse a deputada do PSD, durante o debate dos dois documentos que o Governo aprovou na passada quinta-feira e que serão enviados para a Comissão Europeia de seguida.

A ex-ministra das Finanças lembrou depois que o Governo e a maioria de esquerda "logo no Orçamento do Estado para 2016 rasgou o compromisso sobre a reforma do IRC e reverteu o alargamento do prazo de reporte de prejuízos das empresas. Voltou aos cinco anos, quando a reforma do IRC o tinha alargado para 12".

 

A vice-presidente social-democrata defendeu que o que "fica agora claro é que para este Governo e os partidos que o apoiam, PCP e BE, só a banca merece cuidados e preocupações. Só no sector da banca as empresas podem ser grandes e ter mais tempo para deduzir prejuízos – pagando menos impostos. Só a banca precisa de reforçar capital".

Ao contrário do que acontece com a grandes empresas. "A esquerda não gosta de empresas grandes, que criem muitos postos de trabalho, que inovem, que invistam e que possam ter condições para competir além fronteiras, para serem players globais."

Depois da intervenção da deputada, o socialista João Galamba afirmou que os relatórios das agências de rating têm referido os problemas no sector financeiro "herdados do anterior Governo" e a forma como o Governo os tem resolvido.




A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado SÍTIO MUITO MANHOSO Há 1 semana


...esperem pelas eleições...GRANDES GATUNOS, LADRÕES DO PARTIDO SM DESTINO !!!

COITADO DO SÁ CARNEIRO...

comentários mais recentes
SÍTIO MUITO MANHOSO Há 1 semana


...esperem pelas eleições...GRANDES GATUNOS, LADRÕES DO PARTIDO SM DESTINO !!!

COITADO DO SÁ CARNEIRO...

LT Há 1 semana

Perante esta conversa torna-se claro que os bancos iriam continuar a cair e o país se o PSD tivesse continuado a governar. As grandes empresas teriam certamente continuado a remeter os seus lucros para outros fiscalmente mais aliciantes.

Brucho Há 1 semana

E o como dizem os radicais:facamos a algazarra no quinteiro mas nao dentro de casa.Por outras palavras:preferem a gerigonca sem promessas do q a direita carregadas de boas intensoes para os radicais.O meu filho ainda era crianca tenra e ja sabia a quem se tinha de dirigir quando queria sem precisar

OLHA...! A COISA AINDA MEXE! Há 1 semana

Coitada! ACORDOU EM SOBRESSALTO.....pra acusar o governo de este "nao se preocupar com as grandes empresas" !
Sintomatico........Isto qnd se anuncia q as empresas ha muito q nao GANHAM TANTO dinheiro!
A tal estoria da raposa......ESTAO VERDES......
VINDO DE QM SO DESTRUIU.



ver mais comentários
pub
pub
pub
pub