Política PSD insta Governo a desmentir eventual acordo por escrito com presidente da Caixa

PSD insta Governo a desmentir eventual acordo por escrito com presidente da Caixa

O PSD instou esta sexta-feira o Governo a desmentir a existência de um eventual acordo por escrito entre o Governo e o presidente da Caixa sobre as declarações de rendimentos, declarando que "chega de brincar" com o banco público.
PSD insta Governo a desmentir eventual acordo por escrito com presidente da Caixa
Miguel Baltazar/Negócios
Lusa 18 de Novembro de 2016 às 13:06

"Chega de brincar com a CGD [Caixa Geral de Depósitos]. Este processo está a ganhar uma dimensão de indignidade e é preciso esclarecer os portugueses", vincou o líder parlamentar social-democrata, Luís Montenegro, em conferência de imprensa no Parlamento.

 

O líder da bancada do PSD falava de declarações do comentador António Lobo Xavier, que na quinta-feira à noite no programa "Quadratura do Círculo" - na SIC Notícias - declarou haver um compromisso por escrito entre o Governo e António Domingues, presidente da Caixa, em torno, nomeadamente, da não apresentação das declarações de património e rendimentos dos gestores, motivo de polémica nas últimas semanas.

 

"Se o Governo não desmentir a notícia não pode haver boas interpretações. Isso significará que o Governo confirma a existência desse compromisso, e se esse compromisso existe exigimos que seja mostrado ao parlamento, aos deputados, e por via destes aos portugueses", vincou Luís Montenegro.

 

O deputado social-democrata apresentava as propostas de alteração do partido ao Orçamento do Estado (OE) para 2017, e a Caixa integra duas das 45 propostas dos sociais-democratas, que pedem uma "sujeição dos administradores a deveres de transparência" e uma imposição de limites salariais para os gestores.




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Desanimado Há 3 semanas

Então não é que estes diabos não fizeram rigorosamente NADA pela CGD e agora vêm falar de "chega de brincar" com um banco que tem um plano de capitalização aprovado e no bom caminho. Continuem a dar tiros nos pés e na cabeça que os portugueses agradecem.

Estes merdas querem é lamaçal Há 3 semanas

Ladrem cães que lá vai a caravana, ladrem.

profeta Há 3 semanas

"preocupada com uns centimes"????!!!!. as que "indignado"... E#ntão milhares de milões na CGD, pagos por todos nós (talvez por "ele", não), mais o salário mais que o dobro da presidente da FED, muito mais que o presidente do BCE, e de tantos outros...Deve pertencer à família do "dono disto tudo"...

Indignado Há 3 semanas

Esta jandra desnorteada (sem diabo) que andou anos a mentir-nos com saídas limpas e outras tretas, empurrando o problema da banca com a barriga (bem nutrida), anda agora preocupada com uns cêntimos e com uns acordos sobre declarações IRS na CGD como se isso interessasse minimamente aos portugueses.

pub
pub
pub
pub