Política PSD: Morais Sarmento exclui-se da corrida e aponta para Rio, Mendes e Santana

PSD: Morais Sarmento exclui-se da corrida e aponta para Rio, Mendes e Santana

O ex-dirigente social-democrata Morais Sarmento excluiu uma candidatura à liderança do PSD, após a não recandidatura de Passos Coelho nas próximas directas, apontando Rui Rio, Marques Mendes e Santana Lopes como "três putativos candidatos".
PSD: Morais Sarmento exclui-se da corrida e aponta para Rio, Mendes e Santana
Inês Lourenço
Lusa 04 de outubro de 2017 às 00:06

No programa 'Falar Claro', da Rádio Renascença, ainda antes de Passos Coelho anunciar ao Conselho Nacional que não voltará a candidatar-se, o ex-ministro da Presidência do Executivo de Durão Barroso assegurou que "não será um dos candidatos" nas próximas eleições internas e lançou o nome de "três putativos candidatos",

 

"É necessário conhecer a vontade destes três nomes, que serão, à partida, os primeiros candidatos, caso se confirme que Passos Coelho não se recandidata", defendeu Morais Sarmento (na foto), apontando os nomes de Marques Mendes, Rui Rio e Santana Lopes.

 

Após o comentário de Sarmento, Santana Lopes admitiu estar a ponderar uma candidatura à liderança do partido, afirmando que tem recebido muitas mensagens de incentivo e não gostar de "consensos fabricados antes de tempo".

 

"[Estou] a ponderar, obviamente", admitiu o antigo primeiro-ministro Pedro Santana Lopes, na SIC-Notícias, no seu habitual espaço de debate com o socialista António Vitorino.

 

"Esses consensos fabricados antes de tempo, nunca gostei, nem gosto", acentuou, deixando ainda um recado: "mesmo que alguém corra a apresentar-se com nomes de barões e baronetes, quem vota são os militantes".




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
As Greves e a Politica, o PC e PSD 09.10.2017

Com os resultados Autárquicas,era sabido, o PCP e o BE iam deitar Mãos as poderosas Armas Politicas, e mandatários Sindicais, tal como o PSD ha muito vem fazendo com Enfermeiros, como o Povo vai reagir nas próximas Eleições face as greves previstas ? Castigar os Responsáveis das Greves com + ou - %?

É isto que o PSD tem a oferecer ? 06.10.2017

Mas são estes que o PSD tem para oferecer aos Militantes ? Não passa do Bolor, Então o Partido Social Democrata não tem nenhum social democrata para se candidatar ? Só tem Neoliberais ? Os Sociais Democratas foram todos para o PS? Um PSD sem Sociais Democratas é Giro, não? Muito Giro, será Legal?

Camponio da beira 04.10.2017

Passos vai ser mais um que (como os outros nada sabe fazer) nós vamos ter que sustentar numa qualquer empresa (publica ou amiga) que foi por ele há 4 anos beneficiada, ou que de uma forma ou outra recebe beneficios extra . Ou seja sustentamos uma carrada de invalidos para o trabalho há umas décadas

Água Ráz 04.10.2017

O mais putativo deve ser o Santana ; o Mendes o mais pequenino ; e o Rio o mais engripado! Passos ,quando ganhares a corrida ,corre com estes todos e os mais que só atrapalham

pub