Política Sondagem: PSD cai em Março depois de ter subido em Fevereiro

Sondagem: PSD cai em Março depois de ter subido em Fevereiro

Social-democratas desceram quase quatro pontos percentuais em Março depois de terem subido quase três pontos em Fevereiro. E a maioria dos portugueses deixou de confiar no caminho que está a ser seguido.
Sondagem: PSD cai em Março depois de ter subido em Fevereiro
Bruno Simões 17 de março de 2013 às 17:59

Depois de se ter aproximado do resultado de 30% nas intenções de voto no passado mês de Fevereiro, o PSD dá um trambolhão em Março para 25,1%, de acordo com a sondagem Aximage “Barómetro Eleitoral”, para o Negócios e o Correio da Manhã. O PS desce muito ligeiramente de 32% para 31,6%. Também Pedro Passos Coelho, que tinha melhorado em Fevereiro, vê a sua avaliação vair. O primeiro-ministro tinha uma pontuação de 4,6 em Fevereiro e cai para 3,9 em Março.

 

Os social-democratas têm 25,1% de intenções de voto e voltaram a cavar uma grande distância para o PS: se há um mês foi de apenas três pontos percentuais, essa diferença ampliou-se agora para 6,5 pontos. Os socialistas continuam a descer, passando de 32% em Fevereiro para 31,6% agora.

 

De acordo com a sondagem da Aximage “Barómetro Eleitoral”, para o Negócios e o Correio da Manhã, Pedro Passos Coelho também foi muito penalizado: depois de em Fevereiro ter visto a sua avaliação subir de 4,4 para 4,6 valores, o primeiro-ministro foi agora avaliado com 3,9 valores, o valor mais baixo desde que é primeiro-ministro. Em sentido inverso, António José Seguro interrompeu a trajectória de descida que tinha iniciado em Setembro do ano passado e passou de oito valores em Fevereiro para nove, em Março.

 

O corte de quatro mil milhões na despesa do Estado e os comentários sobre o salário mínimo (o inquérito realizou-se entre 4 e 6 de Março) poderão ser algumas das explicações para o resultado do PSD. Desde o início do mandato deste Governo, o pior resultado que os social-democratas tinham registado, nas intenções de voto, foi de 24,9%, em Outubro, altura do Orçamento do Estado 2013. Seis meses depois, o partido fica muito perto de renovar esse mínimo.

 

CDS sobe quase quatro pontos em apenas um mês

 

O parceiro de coligação do PSD Governo é que parece estar a passar entre os pingos da chuva. Se em Fevereiro os centristas caíram de forma pronunciada nas intenções de voto, em Março recuperaram de forma clara: passaram de 8,7% para 12,1%. Paulo Portas também viu a sua avaliação ser melhorada: passou de 7,9 valores em Fevereiro para 9,4 este mês. E, pelo caminho, ultrapassou Seguro.

 

O PCP consolidou o lugar de terceira força com mais intenções de voto, subindo de 11,5% em Fevereiro para 12,2% em Março, obtendo mais uma décima que o CDS. Já o Bloco de Esquerda melhorou ligeiramente o resultado de Fevereiro (6,3%), subindo para 7,1%.

 

Paulo Portas é, aliás, o ministro a quem os portugueses dão melhor nota: 11,7 valores. Assunção Cristas, também do CDS, aparece logo a seguir, com uma nota de 11,5. Paula Teixeira da Cruz e Miguel Macedo seguem nos lugares seguintes, como notas de 9,7 e 9,4, respectivamente. Miguel Relvas tem a pior nota – 4,1, piorando face a Fevereiro, e Vítor Gaspar é o penúltimo classificado, com 5,2 valores (em Fevereiro teve 6,6).

 

Os líderes dos partidos mais à esquerda continuam a ser os que têm melhores notas – e os únicos com positiva. Jerónimo de Sousa também viu a sua avaliação melhorada, subindo de 10,4 para 11,1 valores. A dupla de coordenadores do Bloco de Esquerda, João Semedo e Catarina Martins, melhorou duas décimas para 10,2 valores.

 

Esmagadora maioria vê País a ir na direcção errada

 

Em Março, 72% dos inquiridos no barómetro Aximage considera que Portugal está a ir numa má direcção, quando em Fevereiro eram 56,6% os que tinham essa opinião. 24,3% dos portugueses considera que a direcção é boa e 3,7% classificam-na como “assim-assim”. Num índice que soma as respostas sobre “boa direcção” e “má direcção”, e que varia entre 100 e -100, o pessimismo dos inquiridos é claro: o resultado é -48.

 

O índice de expectativas no Governo voltou a piorar, atingindo um resultado de -53. Face às expectativas dos inquiridos na governação de Passos Coelho, 67% considera que está a governar pior, 26% igual ao que era esperado e apenas 3,9% entendem que está a governar melhor do que seria expectável.

 

(Notícia actualizada às 18h35 depois de, às 17h59, ter substituído a anterior que, por lapso, dizia respeito aos resultados da sondagem de Fevereiro. Aos leitores pedimos as nossas desculpas.) 

 

FICHA TÉCNICA

Universo: indivíduos inscritos nos cadernos eleitorais em Portugal com telefone fixo no lar ou possuidor de telemóvel.

Amostra: aleatória e estratificada (região, habitat, sexo, idade, escolaridade, actividade e voto legislativo) e representativa do universo e foi extraída de um sub-universo obtido de forma idêntica. A amostra teve 607 entrevistas efectivas: 278 a homens e 329 a mulheres; 151 no interior, 244 no litoral norte e 212 no litoral centro sul; 163 em aldeias, 212 em vilas e 232 em cidades. A proporcionalidade pelas variáveis de estratificação é obtida após reequilibragem amostral.

Técnica: Entrevista telefónica por C.A.T.I., tendo o trabalho de campo decorrido nos dias 4 a 6 de  Março de 2013, com uma taxa de resposta de 82,6%.

Erro probabilístico: Para o total de uma amostra aleatória simples com 607 entrevistas, o desvio padrão máximo de uma proporção é 0,020 (ou seja, uma “margem de erro” - a 95% - de 4,00%).

Responsabilidade do estudo: Aximage Comunicação e Imagem Lda., sob a direcção técnica de Jorge de Sá e de João Queiroz.




A sua opinião29
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 17.03.2013

Pediu-se emprestado a juros incomportáveis, para pagar o roubo do BPN já vai em 8 mil milhões de euros !!!!! Os bancos pedem emprestado ao BCE a juros de 1% , o estado pede emprestado à TROYCA a juros de 7%,não resolvendo nada, e aumentando exponencialmente a sua divida externa!!!! Punam quem roubou e nacionalizou o BPN,metam-nos na prisão e vão buscar às off shores o que eles andaram e andam a roubar!!! Na Islândia não pagaram aos "credores" ,puniram os políticos e implicados nestes processos fraudulentos e penalizantes para o Estado,puseram-nos na prisão,não pagaram aos bancos britânicos credores tendo estes posto a Islândia em tribunal perdendo estes o processo pelo o motivo de seredm processos fraudulentos,tendo a Islândia saído com isso do processo de falência,cá é que tem que se pagar a quem rouba !!!!!

comentários mais recentes
Pedro 18.03.2013

O meu voto em traidores da Pátria.... Nunca mais. Vou colocar uma facha preta na janela a dizer aqui não entra coelho.

Anónimo 18.03.2013

Mas alguém ainda acredita em sondagens? Na sexta tinha subido , agora baixou. Fazem de nós parvos, ou então atiram ao calha.

jotace 18.03.2013

Ridiculo e vergonhoso é ter esta gente a governar o pais, que nem formação tem para sei lá , por exemplo trabalharem, isso e que é ridiculo e vergonhoso . Ridiculo e vergonhoso e depois de roubarem os portugueses e de tantos sacrificios e em 2 anos basicamente destruirem o tecido empresarial e a nossa economia isso e que e ridiculo e vergonhoso. Ridiculo e vergonhos e alguns desses senhores possuirem ONG e venderem cursos de formação isso sim isso e que e ridiculo e vergonhoso e mais ridiculo e vergonhoso e andarem depois de dois anos e nada fazerem alguns eruditos continuarem a justificar a incompetencia a falta de moralidade a falta de etica com desculpas que os outros e que fizeram ou que sao os lobbys ou sao os meios ou sao blablaba vergonhoso e arranjarem este tipo de argumentos e ridiculas sao as pessoas que sofrem de cegueira provocada por uma larinjite aguda. Demissao deste grupo de malfeitores e mais nada aos ridiculos que tenham vergonha e que sigam o conselho dado que vejam isto como uma oportunidade e inigrem já, riduclo e vergonhoso

Anónimo 18.03.2013

muito importante!! Toda a gente se esqueceu que quando veio a Troika por causa do ladrao de Paris (socrates e comandita) que quem nos ia governar era a troyka que fosse qual fosse o Partido! Agora toda gente se esquece! Democracia e comentadores são todos uns palhaços a mamar da anarquia que criaram!!

ver mais comentários
pub