Eleições PSD teve mais votos nos 10 concelhos mais populosos apesar da queda em Lisboa e Porto

PSD teve mais votos nos 10 concelhos mais populosos apesar da queda em Lisboa e Porto

Passos admitiu na noite de domingo que o PSD teve um dos "piores resultados de sempre". No total, o partido perdeu sete autarquias face a 2013.
PSD teve mais votos nos 10 concelhos mais populosos apesar da queda em Lisboa e Porto
Raquel Wise
Marta Moitinho Oliveira 02 de outubro de 2017 às 12:58
O PSD é um dos grandes derrotados da noite eleitoral de domingo, mas os detalhes dos resultados conhecidos já durante a madrugada de segunda-feira mostram que existem "nuances". Nos 10 concelhos mais populosos do país, o PSD até recolheu mais votos do que em 2013, apesar do desastre em Lisboa e Porto. 

Nas duas principais cidades do país, o PSD perdeu 35.214 votos. No entanto, em concelhos como Sintra, Gaia, Cascais, Loures, Braga, Matosinhos, Amadora e Almada, os sociais-democratas conseguiram arrecadar mais 43.387 votos. Em apenas dois destes - Cascais e Braga - o PSD venceu as eleições, nos dois casos em coligação com o CDS. Nos restantes municípios, o PSD não venceu as eleições, mas também não perdeu votos. 

É certo que o PSD já tinha tido há quatro anos um mau resultado e, portanto, a comparação entre 2013 e 2017 é feita com uma base muito baixa. No entanto, estes dados mostram o peso que Lisboa e Porto tiveram para a leitura que o partido fará da derrota do PSD. 

Na capital, o PSD ficou em terceiro lugar, atrás do CDS, com quem recusou uma coligação (ao contrário do que aconteceu em 2013). Os sociais-democratas conseguiram dois mandatos em Lisboa, metade do que Assunção Cristas alcançou. A líder centrista teve sozinha mais votos do que coligada com o PSD há quatro anos.   

No Porto, os sociais-democratas perderam representação. Nas eleições de domingo, conseguiram eleger apenas um vereador, contra três eleitos em 2013 - em ambos os casos concorrendo sozinhos.   

No total, de acordo com dados da secretaria-geral do Ministério da Administração Interna, o PSD perdeu sete autarquias, passando de 86 para 79.

No domingo, Passos Coelho afirmou que o partido "não só ficou longe do objectivo" de ter o maior número de câmaras, como "terá sido pior do que em 2013".

Passos, que vai agora avaliar se tem condições para se recandidatar à liderança do partido, disse que este seria "um dos piores resultados de sempre".



Saber mais e Alertas
pub