IMI PSD vai propor eliminação do adicional ao IMI
IMI

PSD vai propor eliminação do adicional ao IMI

O PSD anunciou hoje que vai propor a eliminação do adicional ao Imposto Municipal sobre Imóveis, justificando que se trata de um ataque ao investimento quando o país já não vive em austeridade.
PSD vai propor eliminação do adicional ao IMI
Bruno Simão
Lusa 08 de agosto de 2017 às 13:06
"Em sede de Orçamento do Estado vamos propor a sua eliminação, o país já está sobrecarregado de impostos", afirmou o deputado social-democrata Duarte Pacheco (na foto), em conferência de imprensa no parlamento

Referindo que o novo imposto sobre o imobiliário que as pessoas estão a receber em casa para pagar no mês de Setembro "corresponde a um ataque às poupanças, um ataque ao investimento, um ataque à classe média", o deputado considerou que "se a austeridade tinha sido removida, se o período de emergência tinha sido ultrapassado, não há razão, a não ser uma razão ideológica" para a sua cobrança.

O adicional ao Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) -- também conhecido por "imposto Mortágua", por ter sido anunciado pela deputada do Bloco de Esquerda (BE) Mariana Mortágua e não pelo Governo, deverá chegar em Setembro a 211.690 contribuintes, revelou na semana passada o jornal Diário de Notícias.

Esta será a primeira vez que o Ministério das Finanças irá aplicar este imposto, previsto no Orçamento do Estado para 2017. Os proprietários terão de pagar uma taxa de 0,7% sobre valores imobiliários que excedam os 600 mil euros e de 1% sobre imóveis que ultrapassem o valor de um milhão de euros.

Os sociais-democratas justificaram a tomada de posição no dia de hoje por ser este o momento em que os contribuintes estão a receber as notas de liquidação para pagarem o imposto.

O PSD, que votou contra a criação do adicional ao IMI, alertou ainda que a cobrança do imposto terá como consequência que "potenciais investidores, aqueles que estavam a regressar a Portugal a fazer com que Portugal voltasse a ter mercado imobiliário em dinamismo (...) possam afastar-se e possam fugir" para outros países.

Para Duarte Pacheco o novo imposto não faz sentido quando a emergência nacional foi ultrapassada e lamentou que "mais uma vez a classe média seja chamada a contribuir com dezenas, centenas de milhares de euros para os cofres, é o preço que o PS paga ao BE para se manter no poder".



A sua opinião18
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 1 semana

Agora é que refilas? Mais valia estares calado. É o mal deste país, criam leis e depois não as fazem cumprir e depois de 6 em 6 meses alteram. A lei é para cumprir. Já me adaptei, vendi um prédio de arrendamento sem inquilinos a precisar de obras e comprei 1 Mercedes e um Audi.

comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

Mas afinal em que é que ficamos? Para umas coisas há muita austeridade e para isto já não há? alguém disse no governo que sobrava? É esta a prioridade? Mais um tiro no pé da direita. Os mais ricos devem pagar o mesmo que os remediados? Cada dia que passa revelam quem os "patrocinam"

pertinaz Há 1 semana

AUSTERIDADE ASSASSINA E SUBIDA PERMANENTE DE IMPOSTOS

É O QUE NOS RESERVA A ESCUMALHA QUE NOS DESGOVERNA...!!!

Anónimo Há 1 semana

DESDE QUANDO É QUE DONOS DE CASAS DE 600.000€ É CLASSE MÉDIA? TODOS OS QUE TEM VIVENDAS EM VEZ DE APARTAMENTOS DEVIAM PAGAR MUITO MAIS DO QUE PAGAM, POIS AFINAL OS APARTAMENTOS É QUE ANDAM A PAGAR PARA ESSES PODEREM TER VIVENDAS. O IMI DAS VIVENDAS UNIFAMILIARES TEM DE SER REVISTO PARA CIMA.

Ex.votante do PSD,não me levam o voto acabou. Há 1 semana

Há muito património comprado com camiões de cimento branco,disfarçado de vermelho.até fazem festas de sardinhas com os caciques,para enganar o povo para dar o voto ao seu favorito,mas o povo foi sábio votou 62% e agora vão levar uma grande derrota,porque o povo não tão burro como eles pensam

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub