Negócios num minuto  Quem pode sair a ganhar com as mudanças no IRS?

Quem pode sair a ganhar com as mudanças no IRS?

O Governo levantou esta quarta-feira uma pontinha do véu sobre o que pretende fazer no IRS no próximo ano. A ideia será aliviar o imposto algures no segundo escalão de rendimento, admitindo partir este escalão em dois. Elisabete Miranda, redactora principal do Negócios, explica-lhe as implicações possíveis deste cenário.
A carregar o vídeo ...
Negócios 08 de junho de 2017 às 16:25



A sua opinião12
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 08.06.2017

Os excedentários de carreira sindicalizados e os políticos irresponsáveis eleitoralistas.

comentários mais recentes
GabrielOrfaoGoncalves 09.06.2017

IVA do papel higiénico: 23%

IVA da pasta de dentes: 23%

IVA de produtos para o banho ("gel" duche, champô): 23%

IVA de um caderno escolar, ou de um qualquer caderno: 23%

IVA do detergente para a máquina de lavar roupa: 23%

E não percebeu o Teixeira dos Santos, não percebeu o Vítor Gaspar, não percebeu a Maria Luísa Albuquerque e não percebe o Centeno por que razão todo o comércio português a menos de 20/30 Km de Espanha desapareceu ou está em vias de desaparecer.
Pergunto: estas quatro almas são um caso de atraso mental ou isto é uma doença que ainda não tem diagnóstico?

Para os mais esquecidos fica aqui um link precioso. Guardem esta página no vosso computador:
https://www.publico.pt/economia/noticia/iva-a-23-eleva-a-conta-anual-do-supermercado-em-38-euros-1463768

Perante este manicómio fiscal, Centeno vai baixar... o IRS!... e não o IVA dos produtos referidos! Portanto: o comércio português junto à fronteira espanhola é MESMO PARA DESAPARECER!

Marta Guimaraes 08.06.2017

Ó surpreso!
Cala a boca retornado ressabiado. Para lixo já chega o que escreves no Observador com o nick victor guerra.

Anónimo 08.06.2017

Mais um prémio para a mediocridade.

Anónimo 08.06.2017

Excelente incentivo para pôr quem pouco ou nada produz a produzir ainda menos. Entreguem-lhes o rendimento colectável por inteiro e já nem precisam de tentar melhorar ou provar o que quer que seja ao empregador. O dinheiro flui sem esforço para quem fizer pouco e mal e não tentar sair disso. É uma espécie de zona franca duty free para acomodados sem ambição.

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub