"A minha intuição é que não haverá reposição" de subsídio de férias e de Natal
04 Maio 2012, 16:39 por Lusa
Enviar por email
Reportar erro
0
Apesar de o Governo ter apontado 2015 como o ano em que começa a devolver os cortes salarias na função pública e os subsídios de férias e de Natal, António Bagão Félix não acredita que tal venha a acontecer.
"Infelizmente a minha intuição é que não vai haver mais reposição", lamenta o antigo ministro das Finanças no Governo de Pedro Santana Lopes.

Para justificar essa intuição, Bagão Félix lembra a forma como o Governo se referiu à questão.

"O Governo foi cauteloso e fala como hipótese técnica repor 25 por cento do subsídio a partir de 2015 até 2018, fala como hipótese técnica, quase académica, e isso dá para tudo".


Enviar por email
Reportar erro
0
pesquisaPor tags:
alertasPor palavra-chave: