Europa Reino Unido acredita em "ataque iminente" e eleva nível de alerta para "crítico"

Reino Unido acredita em "ataque iminente" e eleva nível de alerta para "crítico"

A primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou numa declaração ao país que o nível de alerta foi elevado para "crítico". Este é o nível máximo de ameaça nacional e significa que pode estar iminente um ataque.
Reino Unido acredita em "ataque iminente" e eleva nível de alerta para "crítico"
Chris Ratcliffe/Bloomberg
Carla Pedro 15 de setembro de 2017 às 21:37

Depois do ataque esta sexta-feira de manhã no metropolitano de Londres, que provocou 29 feridos e que já foi reivindicado pelo auto-proclamado Estado Islâmico, ou Daesh, a primeira-ministra britânica anunciou que o país está agora em alerta máximo. 

A decisão foi anunciada após May presidir a uma reunião do comité de emergência do governo ("Cobra"), tendo a chefe de Governo dito que pode haver um novo um atentado iminente.

Ao início da noite, o auto-proclamado Estado Islâmico, ou Daesh, veio reivindicar o ataque através de um comunicado divulgado pelo seu órgão de propaganda, Amaq.

 

O ataque no metro de Londres teve lugar às 8:20, na estação de Parsons Green, e foi perpretado através da explosão de um engenho artesanal. As imagens de videovigilância permitiram, entretanto, identificar um suspeito.

O momento da explosão coincidiu com a hora de ponta no metro londrino e Theresa May disse que a intenção era provocar "graves danos".



Deste ataque resultaram 29 feridos que tiveram de receber tratamento hospitalar.


O que é o comité Cobra?

O comité "Cobra" (siglas de Cabinet Office Briefing Room) é composto pelos principais ministros e só é convocado quando surge uma situação grave em matéria de segurança, como foi o caso.

 

Os últimos comités "Cobra" reuniram-se a 22 de Março, após o ataque perpretado no Parlamento britânico e nas suas imediações, depois a 23 de Maio na sequência do atentado da véspera no final do concerto de Ariana Grande em Manchester, e posteriormente a 4 de Junho – na sequência do ataque de dia 3 em Londres, quando uma carrinha atropelou várias pessoas junto à London Bridge, tendo logo de seguida havido esfaqueamentos nessa zona e também no Borough Market. 

Houve ainda um outro comité "Cobra" a 19 de Junho, após um veículo ter avançado na noite anterior sobre peões em Londres, na Seven Sisters Road.


(notícia actualizada às 22:39)




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub