Política Republicanos revogam lei de Obama sobre pagamentos de empresas americanas a governos

Republicanos revogam lei de Obama sobre pagamentos de empresas americanas a governos

O diploma tinha por objectivo promover a transparência para que os cidadãos de alguns dos países mais pobres do mundo pudessem pedir contas aos seus Governos sobre a riqueza gerada pelas suas actividades mineiras e exploração petrolífera. 
Republicanos revogam lei de Obama sobre pagamentos de empresas americanas a governos
Bloomberg
Lusa 02 de fevereiro de 2017 às 00:01

A maioria republicana da Câmara dos Representantes norte-americana aprovou a revogação de um diploma do Governo Obama que obrigava empresas nacionais a divulgar pagamentos ao Estado e a Governos estrangeiros relativos a exploração mineira e petrolífera.

 

A câmara baixa do Congresso dos Estados Unidos está a usar um instrumento arcaico que permite que uma maioria simples das duas câmaras - ambas dominadas pelo Partido Republicano - invalide legislação aprovada nos últimos meses da presidência do democrata Barack Obama.

 

A invalidação da norma foi aprovada com 255 votos a favor e 187 contra.

 

O diploma tinha por objectivo promover a transparência para que os cidadãos de alguns dos países mais pobres do mundo pudessem pedir contas aos seus Governos sobre a riqueza gerada pelas suas actividades mineiras e exploração petrolífera. 

 

Mas os republicanos contra-argumentaram que o regulamento exige que as empresas norte-americanas divulguem pormenores fundamentais sobre a forma como competem, enquanto muitas concorrentes estrangeiras não estão submetidas à obrigatoriedade de fazer o mesmo.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub