Economia Rui Nabeiro e o sucesso do café antes, durante e após a revolução

Rui Nabeiro e o sucesso do café antes, durante e após a revolução

O empresário Rui Nabeiro, fundador da Delta Cafés, considera ter sido um "privilégio" para o país o 25 de Abril de 1974, recordando que a sua empresa encontrou na revolução um momento de "afirmação" e de "atitude".
A carregar o vídeo ...
Lusa 25 de abril de 2014 às 13:00

Nascida em 1961, num "pequeno armazém" na vila de Campo Maior, no Alentejo, com três colaboradores, a Delta Cafés foi crescendo ao longo dos anos.

 

As dificuldades e o trabalho árduo marcaram a sua história, mas antes, durante e depois da Revolução dos Cravos a empresa conseguiu crescer e ter sucesso.

 

"Chegar aos anos 70 e conseguir manter-me foi um trabalho muito ligado a uma atitude, porque o mercado estava ocupado pela concorrência", disse Rui Nabeiro à agência Lusa a propósito do 40.º aniversário do 25 de Abril.

 

Antes de fundar a Delta Cafés, o empresário e comendador, hoje com 83 anos, começou a trabalhar "muito novo" (com 13 anos) numa fábrica de torrefacção pertencente à família.

 

Rui Nabeiro contou que teve pela frente uma vida "muito dura", um trabalho por vezes de "escravidão" e de "horror" ao lado dos trabalhadores.

 

O empresário recordou que, nessa altura, a família já fazia o que podia para manter os colaboradores "felizes", embora o Estado Novo levasse os trabalhadores a laborar mais horas do que aquilo que era suposto.

 

"Havia condicionamento industrial e dos produtos. O empresário andava sempre sob pressão [por causa do Fisco]", disse.

 

Logo após a revolução, existiram "conversas" para ocupar a fábrica da Delta Cafés, mas a sua "presença constante" na unidade e o facto de o seu "carácter" ser bem conhecido nunca conduziram os revolucionários a tomar a iniciativa, contou.

 

"Na altura do 25 de Abril, nós já tínhamos uma posição bastante curiosa, já trabalhavam connosco umas dezenas de pessoas [77 trabalhadores]", assinalou.

 

Segundo Rui Nabeiro, o seu percurso como autarca nos anos 60 e 70, a ajuda que dava às pessoas e um "certo simbolismo" que já ostentava na altura junto do povo de Campo Maior contribuíram para que a empresa não fosse ocupada.

 

Os anos 70, principalmente 1975, foram de crescimento da empresa, pois numa altura em que a maioria dos portugueses abandonava África, sobretudo Angola, Rui Nabeiro desenvolvia negócios naquele país, com a compra de café, e em países europeus.

 

"É nos momentos difíceis que os homens devem afirmar-se" e mostrar o "que são capazes de fazer e eu afirmei-me no 25 de Abril porque lutei", afirmou.

 

Quarenta anos após a revolução, a Delta Cafés conta com 3.077 trabalhadores e as exportações representam cerca de 25% do volume de negócios, sendo este um valor resultante das relações comerciais com mais de 40 países.

 

O actual Grupo Nabeiro - Delta Cafés exporta produtos para destinos como a África do Sul, Alemanha, Andorra, Angola, Bélgica, Brasil, Cabo Verde, Canadá, Espanha, Estados Unidos da América, França, Luxemburgo, Moçambique, Reino Unido ou São Tomé e Príncipe.

 

Em termos políticos, Rui Nabeiro recorda os seus tempos de autarca, fazendo uma "enorme distinção" entre o antes e o depois do 25 de Abril de 1974.

 

"Ser autarca antes do 25 de Abril era passar o tempo a servir de transporte de mensagens", disse.

 

O empresário foi presidente da Câmara de Campo Maior entre 1962 e 1964, exerceu o mesmo cargo durante um período em 1972, fez parte da comissão administrativa após a revolução e, depois, foi eleito presidente do município em 1976, cumprindo quatro mandatos.


A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado linda67 25.04.2014

Comendador Rui Nabeiro grande homem .....pena é não existirem mais como ele....que tenha muitos anos de vida com saúde.
ANABELA DIAS

comentários mais recentes
COCAS 25.04.2014

Um homem maior que a sua própria estatura. É na prática diária, do dia a dia que se vê a hombridade dos que vivem para além de si nunca esquecendo os outros.

linda67 25.04.2014

Comendador Rui Nabeiro grande homem .....pena é não existirem mais como ele....que tenha muitos anos de vida com saúde.
ANABELA DIAS

Anónimo 25.04.2014

alguem soube viver com estado novo mais prec e xuxas e obra!

Anónimo 25.04.2014

Rui Nabeiro deve ser do partido
e que naquelas terras quem nao do regime nao vai longe
fazem folha...

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub