Europa Salário mínimo em Espanha subirá até aos 850 euros em 2020

Salário mínimo em Espanha subirá até aos 850 euros em 2020

O acordo para o salário mínimo com os parceiros sociais está fechado. A actualização do valor vai depender do crescimento económico de Espanha, mas o objectivo é que em 2020 esteja nos 850 euros.
Salário mínimo em Espanha subirá até aos 850 euros em 2020
reuters
Negócios 26 de dezembro de 2017 às 13:57

Mariano Rajoy, presidente do Governo espanhol, celebrou um acordo com os parceiros sociais esta terça-feira, 26 de Dezembro, que coloca o salário mínimo nos 850 em 2020, ainda que as actualizações estejam dependentes da evolução da economia, de acordo com a imprensa espanhola.


Em 2018, o salário mínimo vai aumentar 4% para 735,9 euros, segundo o acordo firmado. Esta actualização deverá abranger mais de 530 mil pessoas e terá um impacto de 33,2 milhões de euros nas contas da Segurança Social.

 

Nos anos seguintes haverá novos aumentos do salário mínimo, ainda que estejam dependentes de um crescimento da economia de, pelo menos, 2,5% por ano. Prevê-se ainda a criação de 450 mil postos de trabalho por ano até 2020, altura em que o salário mínimo deverá ser fixado nos 850 euros.

 

"O acordo que hoje firmámos manterá a subida do salário mínimo", salvaguardando que isto acontecerá "sempre que a economia cresça acima dos 2,5%" e que "se criem 450.000 empregos" por ano, afirmou o primeiro-ministro Mariano Rajoy. "São limites muito prudentes, porque ficam abaixo do que estamos a prever", acrescentou.

 




Saber mais e Alertas
pub