Américas Sanders disposto a trabalhar com Trump para "melhorar vida dos trabalhadores"

Sanders disposto a trabalhar com Trump para "melhorar vida dos trabalhadores"

Sanders, que se identifica como um socialista democrático, disse que Trump "se aproveitou da ira de uma classe média em declínio que está doente e cansada da ordem económica, da classe política e dos meios de comunicação do poder".
Sanders disposto a trabalhar com Trump para "melhorar vida dos trabalhadores"
Bloomberg
Lusa 10 de Novembro de 2016 às 07:58

O senador norte-americano Bernie Sanders, derrotado nas primárias democratas, diz-se disponível para trabalhar com o Presidente eleito dos EUA, em prol dos trabalhadores, mas alertou que vai opor-se a políticas sexistas, racistas e contra o ambiente.

 

"Se [Donald] Trump for sério em busca de políticas que melhorem a vida das famílias trabalhadoras deste país, eu e outros progressistas estamos preparados para trabalhar com ele", disse Sanders, que perdeu nas eleições primárias do Partido Democrata frente a Hillary Clinton.

 

"Se implementar políticas racistas, sexistas, xenófobas e contra o meio-ambiente, vamos opor-nos energicamente", acrescentou o senador eleito pelo Vermont.

 

Sanders, que se identifica como um socialista democrático, disse que Trump "se aproveitou da ira de uma classe média em declínio que está doente e cansada da ordem económica, da classe política e dos meios de comunicação do poder".

 

"As pessoas estão cansadas de trabalhar mais horas por salários mais baixos, de ver como trabalhos dignos vão para a China e para outros países com baixos salários", acrescentou.

 

Donald Trump vai ser o 45.º Presidente dos Estados Unidos depois de vencer a candidata do partido democrata, Hillary Clinton, nas eleições presidenciais disputadas na terça-feira.

 

Trump conquistou 289 mandatos eleitorais, contra 218 de Clinton, ultrapassando os 270 mandatos necessários para vencer a eleição.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub