Política Santana acusa Rui Rio de encontrar argumentos para justificar proximidade ao PS

Santana acusa Rui Rio de encontrar argumentos para justificar proximidade ao PS

O candidato à presidência do PSD Pedro Santana Lopes acusou o adversário Rui Rio "de encontrar sempre argumentos para justificar alguma proximidade ao PS".
Santana acusa Rui Rio de encontrar argumentos para justificar proximidade ao PS
Bruno Colaço
Lusa 08 de janeiro de 2018 às 20:06

"O doutor Rui Rio, de facto, encontra sempre argumentos para justificar alguma proximidade ao Partido Socialista", afirmou Santana Lopes aos jornalistas em Penafiel, esta segunda-feira, onde participou numa sessão com militantes.

 

Santana Lopes falava a propósito de Rui Rio ter admitido que o PSD poderia apoiar um eventual futuro governo minoritário socialista. "Eu li essas declarações e surpreenderam-me muito, porque isso ser possível equivaleria ao PPD/PSD ocupar o lugar que agora é ocupado pelo PCP e pelo Bloco de Esquerda", insistiu o antigo provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

 

Santana Lopes defendeu que o PSD tem de ser alternativa e "não fazer blocos centrais, nem assumidos, nem disfarçados, preparar essa solução, essa alternativa, coerente, determinada e reformista que substitua o PS".

 

O candidato assinalou que o PSD "nasceu para ser primeiro partido, não nasceu para ser muleta de ninguém, nasceu para ser alternativa". "Estar a falar de hipóteses dessas, a ano e meio de eleições, é quase uma confissão antecipada de falta de confiança nas possibilidades próprias", acrescentou.

 

Questionado sobre os números do desemprego e do défice hoje anunciados, Santana Lopes admitiu ser "um grande desafio para a oposição quando o Governo tem resultados positivos". "A oposição tem que provar que é melhor e conseguiria melhor que o Governo que está em funções, apresentar melhores propostas, ter melhores caminhos e dizer o que é que o país ganharia se fosse a oposição a estar Governo", sublinhou.

 

O INE reviu hoje em baixa de 0,1 pontos percentuais a taxa de desemprego de Outubro para os 8,4%, valor mínimo desde Fevereiro de 2005, estimando para Novembro uma nova descida para os 8,2%.

 

Posteriormente, numa intervenção na Fundação AEP, no Porto, o primeiro-ministro, António Costa, anunciou que o défice de 2017 rondará "seguramente" o 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB), "francamente" abaixo da meta inicial de 1,5%.

 

O candidato do PSD, que falou para algumas dezenas de apoiantes que enchiam o auditório do pavilhão de exposições de Penafiel, recebeu hoje o apoio do presidente da Câmara local, Antonino Sousa.




A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Criador de Touros 09.01.2018

Rui Rio já está a assumir que irá perder as legislativas se for líder do PSD... Que postura mais tótó !!...Rui Rio irá levar um banho e então perceberá o que é o PSD. Esta eleição está a mexer com os social-democratas. Santana Lopes é um PSD genuíno, Rui Rio cheira a PS por tudo quanto é sítio. A preocupação de Rui Rio é garantir apoio ao governo socialista de António Costa. Como é que alguém tão tótó pode ter a veleidade de ser líder do PSD ? Mas isto é bom para acordar os mais dormentes. Há que estar atento às jogadas e reagir rápido.

Criador de Touros 09.01.2018

Os comentadores de esquerda estão preocupados pois estão a ver que Santana Lopes será o vencedor : agora há que insultar Santana, não é verdade ? Quanto mais os comentadores insultam, maior é a preocupação deles com a vitória iminente de Santana Lopes !!

Anónimo 09.01.2018

Força Semtana Lopes continuas a epopeia de enterrar e descredibilizar o partido... ainda não percebi quem te apoia nem onde vai ser possível arranjar milhões para pagar as eleições do partido. Estou dividido, mas parece que uma liderança sensata faz mais falta ao partido e ao país...

lol 08.01.2018

Este PSD vai de mal a pior

ver mais comentários
pub