Zona Euro Sarkozy alvo de investigação criminal devido ao Mundial de 2022

Sarkozy alvo de investigação criminal devido ao Mundial de 2022

O antigo presidente francês, Nicolas Sarkozy, pode ser envolvido na investigação criminal devido ao Mundial de 2022, que vai realizar-se no Qatar. A investigação quer apurar se o antigo presidente beneficiou de negócios no valor de milhares de euros, avança o The Telegraph.
Sarkozy alvo de investigação criminal devido ao Mundial de 2022
Charles Platiau/Reuters
Ana Laranjeiro 04 de agosto de 2017 às 11:46

O antigo presidente da República de França, Nicolas Sarkozy, poderá ter de enfrentar a justiça por causa da candidatura do Qatar para receber o Campeonato do Mundo de Futebol em 2022. De acordo com o The Telegraph, as autoridades francesas estão a investigar se o antigo presidente terá recebido fundos de transacções negociadas durante a proposta para a realização do Mundial de 2022, incluindo a venda do clube Paris Saint-Germain (PSG) a uma companhia do Qatar.

O Politico, que cita o artigo do jornal, escreve que a investigação está centrada na empresa do Qatar que comprou uma participação na empresa francesa de energia e resíduos, a Veolia. Mas também na venda do PSG a uma empresa do Qatar. As autoridades estão assim a tentar apurar se Sarkozy recebeu comissões desses negócios em troca de votar a favor do Qatar para que o país fosse escolhido para organizar o Mundial de 2022.

É que Sarkozy, de acordo com o britânico Independent, terá relações próximas com vários responsáveis, actuais e passados, da Veolia. Além de que será próximo também de Sebastien Bazin, que vendeu em 2010, o PSG a uma empresa qatari.

A França foi um dos principais apoiantes da candidatura do Qatar, apesar das temperaturas elevadas que se fazem sentir na região na altura da prova. E Sarkozy, escreve o mesmo jornal, foi uma das figuras centrais para assegurar o apoio francês.

O Mundial de 2022 está a ser alvo de várias investigações criminais ao nível internacional devido a alegações que suborno.


Nicolas Sarkozy está a ser investigado pelas autoridades francesas em outro caso. Em causa estará o financiamento para a sua campanha eleitoral de 2012, de acordo com o Politico.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 04.08.2017

É mais k óbvio k o mundial no Qatar é a maior CORRUPÇÃO NA HISTÓRIA DO FUTEBOL.
Como pode um país minúsculo, embora super ricaço, sem clubes, sem campeonato, sem estádios..ser escolhido para sede do MUNDIAL? ÓBVIO.
a questão NÃO É SARKOZY..
e os gajos do Qatar, quantos votos compraram?
elementar

pertinaz 04.08.2017

ESTE PARECE O SÓCRATES

pub