Europa Schäuble receia "fase de incerteza" em Itália

Schäuble receia "fase de incerteza" em Itália

O ministro alemão das Finanças assumiu esta terça-feira recear o momento de "incerteza" que se vive em Itália depois da derrota de Matteo Renzi no referendo constitucional e posterior anúncio de demissão do ainda primeiro-ministro.
Schäuble receia "fase de incerteza" em Itália
Qilai Shen/Bloomberg
Lusa 06 de Dezembro de 2016 às 18:32
O ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, disse esta terça-feira, 6 de Dezembro, recear uma "fase de incerteza" em Itália na sequência da demissão do primeiro-ministro, Matteo Renzi, após a derrota no referendo constitucional realizado no passado domingo.

"Naturalmente preocupa-nos que possa haver uma fase de incerteza", disse Schäuble à imprensa em Bruxelas.

O ministro, que respondia a uma questão sobre se estava preocupado com Itália e com a vulnerabilidade da banca italiana, disse, no entanto, não estar preocupado com a situação dos bancos italianos: "Confio que as autoridades italianas sabem o que é necessário fazer e vão fazer o que é necessário".

Na sequência de uma pesada derrota do "sim" às alterações constitucionais propostas, Matteo Renzi apresentou, esta segunda-feira, a demissão ao presidente da República, Sergio Mattarella. No entanto o chefe de Estado transalpino pediu a Renzi para adiar a formalização do seu pedido de demissão até à aprovação do Orçamento do Estado para 2017. Na próxima sexta-feira o Senado irá votar o plano orçamental delineado pelo Executivo chefiado por Renzi. 





A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
José Alexandre Há 2 semanas

Os alemães têm consciência do seu passado nazi, ao contrário de outros com passado esclavigista,colonialista,décadas de um amado ditador,com uma deriva stalinista, mas que acham que a culpa é da tia do primo etc, nunca deles por serem pobres de espírito.

Anónimo Há 2 semanas

Recear quer dizer ter medo. E como se costuma dizer quem tem medo compra um cão e a este nazi eu respondo: compra um cão e fica em casa até morreres porque só estás a fazer mal à europa e ao mundo!

Anónimo Há 2 semanas

Comungo das palavras deste ministro das financas da Alemanha:ter de escolher entre o demonio ou o diabo,secalhar nao seria pior deixar o que ja la estava.

pub