Europa Schäuble receia "fase de incerteza" em Itália

Schäuble receia "fase de incerteza" em Itália

O ministro alemão das Finanças assumiu esta terça-feira recear o momento de "incerteza" que se vive em Itália depois da derrota de Matteo Renzi no referendo constitucional e posterior anúncio de demissão do ainda primeiro-ministro.
Schäuble receia "fase de incerteza" em Itália
Qilai Shen/Bloomberg
Lusa 06 de dezembro de 2016 às 18:32
O ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, disse esta terça-feira, 6 de Dezembro, recear uma "fase de incerteza" em Itália na sequência da demissão do primeiro-ministro, Matteo Renzi, após a derrota no referendo constitucional realizado no passado domingo.

"Naturalmente preocupa-nos que possa haver uma fase de incerteza", disse Schäuble à imprensa em Bruxelas.

O ministro, que respondia a uma questão sobre se estava preocupado com Itália e com a vulnerabilidade da banca italiana, disse, no entanto, não estar preocupado com a situação dos bancos italianos: "Confio que as autoridades italianas sabem o que é necessário fazer e vão fazer o que é necessário".

Na sequência de uma pesada derrota do "sim" às alterações constitucionais propostas, Matteo Renzi apresentou, esta segunda-feira, a demissão ao presidente da República, Sergio Mattarella. No entanto o chefe de Estado transalpino pediu a Renzi para adiar a formalização do seu pedido de demissão até à aprovação do Orçamento do Estado para 2017. Na próxima sexta-feira o Senado irá votar o plano orçamental delineado pelo Executivo chefiado por Renzi. 



A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
José Alexandre 06.12.2016

Os alemães têm consciência do seu passado nazi, ao contrário de outros com passado esclavigista,colonialista,décadas de um amado ditador,com uma deriva stalinista, mas que acham que a culpa é da tia do primo etc, nunca deles por serem pobres de espírito.

Anónimo 06.12.2016

Recear quer dizer ter medo. E como se costuma dizer quem tem medo compra um cão e a este nazi eu respondo: compra um cão e fica em casa até morreres porque só estás a fazer mal à europa e ao mundo!

Anónimo 06.12.2016

Comungo das palavras deste ministro das financas da Alemanha:ter de escolher entre o demonio ou o diabo,secalhar nao seria pior deixar o que ja la estava.

pub
pub
pub
pub