Finanças Públicas Se a Grécia não pagar, Portugal será o mais prejudicado?
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Se a Grécia não pagar, Portugal será o mais prejudicado?

Um economista da Bloomberg fez as contas ao cenário mais extremo e concluiu que, mais do que os contribuintes alemães, serão os portugueses os mais prejudicados em caso de um incumprimento total grego: 550 euros por habitante. Leia aqui o que quer o Syriza, o que a Europa diz estar disposta a negociar e como Portugal pode ser afectado.
Se a Grécia não pagar, Portugal será o mais prejudicado?
Miguel Baltazar/Negócios
Eva Gaspar 27 de janeiro de 2015 às 16:59

Se o Syriza levar por diante a sua intenção de obter o cancelamento da maior parte da dívida pública da Grécia, se a Europa resistir – como

Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais

A sua opinião57
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Alex67 27.01.2015

O estado grego que comece a cobrar como deve ser os impostos e já terá dinheiro. Aquele pais é um fartar vilanagem a fugir aos impostos. Estamos a assistir a uma mega transferencia de riqueza, os gregos receberam os emprestimos, como nao pagam impostos de jeito o estado grego nao tem como pagar a divida e pede para nao pagar, entretanto abotoaram-se com o dinheiro dos outros. Vigaristas é o que eles são.

comentários mais recentes
Torman 01.02.2015

Digam isto à Catarina Martins isto e aos seus apoiantes e depois como justifica um aumento da divida para todos nós, sim porque isto é divida para o povo Português.

akhenathon 28.01.2015

Talvez o economista da bloomberg devesse estudar melhor como é que funciona o ESM. Se Portugal apenas contribuiu com 2 mil milhões como é que os prejuízos podem ser 5,5 mil milhões (isto na eventualidade idiota de os gregos não pagarem nada).
O meu obrigado ao comentador cien que publicou o link para o artigo da bloomberg.

Jaime 28.01.2015

Portugal deve imediatamente unir-se a Espanha e Itália e fazer o mesmo que a Grécia. Estamos fartos desta política. Aqui privatizámos quase tudo, continuamos com uma dívida enorme, e como as grandes empresas quase não pagam impostos aqui, basicamente as receitas são rendimentos dos trabalhadores.

PCarlos 28.01.2015

E ainda a procissão vai no adro! Se a Grécia se estava mal, agora com este (des)governo, vai ficar muito pior! Tenho a sensação que este novo (des)governo da Grécia, não vai governar mais de 6 meses, vai acabar por ser corrido à pedrada, pelo povo grego! Por cá, o Costa do PS, o PCP e o BE, ficam a morder a lingua, é que deitaram muitos foguetes, antes da Festa começar!

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
Notícias Relacionadas
pub
pub
pub