Presidente da Federação de Bancos da Europa
Se a Grécia sair do euro, os bancos europeus estão preparados
11 Maio 2012, 16:09 por Ana Luísa Marques | anamarques@negocios.pt
Enviar por email
Reportar erro
0
"Chegámos a uma fase em que a saída da Grécia da Zona Euro pode acontecer sem grandes repercussões no resto da Europa". A garantia foi dada pelo presidente da Federação de Bancos da Europa.
Christian Clausen (na foto) sublinha que a hipótese mais provável é que a Grécia permaneça no euro. No entanto, se isso não acontecer os bancos europeus estão preparados e não haverá "grandes repercussões no resto da Europa".

"Todos os bancos europeus irão preparar-se para a possibilidade da Grécia abandonar o euro", disse Clausen, acrescentando que é errado pensar que o abandono da Grécia vai ter impacto na economia ou nos bancos europeus.

O presidente da Federação de Bancos da Europa não acredita, no entanto, que a Grécia abandone a Zona Euro. "Considero que não é uma alternativa. Pode acontecer mas penso que não é uma opção real" disse Clausen numa entrevista concedida hoje em Copenhaga.

A mesma opinião é partilhada por Per Jansson, vice-governador do banco central da Suécia. "Espero e acredito que a Grécia vai permanecer no euro", disse Jansson numa entrevista concedida hoje em Estocolmo, citado pela Bloomberg.

Jansson é, no entanto, "muito cauteloso" face aos impactos de uma saída da Grécia da Zona Euro e recusa admitir que este processo seja "indolor" e "sem complicações". O responsável revelou que a possibilidade da Grécia abandonar o euro é um tema debatido pelos bancos centrais da Europa.

Enviar por email
Reportar erro
0
pesquisaPor tags:
alertasPor palavra-chave: