Economia Seguro agradado com "evolução do Governo e aproximação às posições do PS"

Seguro agradado com "evolução do Governo e aproximação às posições do PS"

O secretário-geral do PS congratulou-se hoje, em Bruxelas, com a "boa notícia" da viabilização, pela maioria PSD/CDS, da resolução do seu partido sobre crescimento e emprego na União Europeia, considerando tratar-se de uma "evolução" do Governo nesta matéria.
Lusa 23 de maio de 2012 às 15:01
"Quero expressar a minha satisfação pela evolução do Governo e pela aproximação às posições do PS no plano nacional e europeu. A abstenção que está anunciada para o projecto de resolução do PS é uma boa notícia e a nossa proposta de adenda para o emprego e crescimento passará a ser a posição de Portugal", declarou António José Seguro.

O socialista falava à chegada para uma reunião do Partido Socialista Europeu (PSE), que antecede uma reunião informal de chefes de Estado e de Governo da União Europeia, agendada para hoje à noite, também na capital belga, e dedicada precisamente a debater formas de promover o crescimento económico e criação de emprego.

Seguro advertiu, contudo, que não ficará "totalmente satisfeito" até "não começar a ver diminuir o desemprego" em Portugal.

"É esse o objectivo da adenda", sublinhou, definindo o tratado orçamental europeu como "desequilibrado".

"Como é sabido considero este tratado desequilibrado e que necessita de uma dimensão económica e social. Tenho muita satisfação em verificar que é por iniciativa do PS que o parlamento português é o primeiro, ao nível dos 27, que adopta a necessidade de uma adenda para o crescimento e emprego", concretizou na capital belga.

O líder parlamentar socialista, Carlos Zorrinho, já comentara hoje que o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, estará hoje à noite na reunião de Bruxelas numa "posição reforçada", por ter "por trás de si um consenso político alargado em relação à prioridade ao crescimento e emprego".








A sua opinião16
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
RMart 23.05.2012

Mas toda a política gira à volta da criação do emprego. Todos sabemos que é esse o caminho.

Mas é só generalidades o que diz a adenda? Qual é a estratégia? Onde se vai buscar a credibilidade para criar mais empresas? Com tantos impostos?

Já saímos da crise?

"agora o PSD está reforçado por ter o PS a defender o mesmo?"

Mas se fosse ao contrário o PS fazia uma revolução????

Marcos 23.05.2012

A aceitação de uma proposta que rejeitaram há um mês diz bem do desespero a que chegou este governo pintado de laranja e azul. O desnorte é total e nem com bussola lá vão. Vieram para o Governo carregados de ideologia neoliberal defender os mercados, o capital financeiro e comercial e perante o colapso total das suas politicas acabam de demonstrar que estão por tudo, pelo que defendiam e pelo seu contrário. Esta abstenção é a demonstração acabada da incapacidade governativa deste governo1 A partir deste momento podem fazer as malas porque já ninguém acreditará em qualquer proposta que façam. Esta não é uma derrota política é a morte anunciada.

SÍTIO GOVERNADO POR LADRÕES !!! 23.05.2012


...A EVOLUÇÃO:

.....E EU ACUSO ESTE BANDO DE LADRÕES DE REFORMADOS !!!

...A PRIMEIRA MEDIDA CONCRETA É REPOR IMEDIATAMENTE OS SUBSÍDIOS DE FÉRIAS E NATAL, ROUBADOS AOS REFORMADOS QUE ENTREGARAM O DINHEIRO DURANTE UMA VIDA DE TRABALHO AO ESTADO, COMO FIEL DEPOSITÁRIO DO MESMO;

A SEGUNDA MEDIDA É PRENDER ESTES LADRÕES QUE ESTÃO A DESGRAÇAR A PÁTRIA, FAMÍLIAS E EMPRESAS;

A TERCEIRA MEDIDA É INVESTIGAR TODAS AS CONTAS DE Á 30 ANOS ATÉ AOS DIAS DE HOJE, COMO FEZ RAFAEL CORREIA DO EQUADOR;

A QUARTA MEDIDA ...SERÁ A SURPRESA DE QUE DEPOIS DE TUDO APURADO, VERIFICAR-SE QUE A PÁTRIA TEM SIDO ROUBADA, ESPOLIADA E O POVO A CAMINHAR PARA A MISÉRIA; ANDANDO Á ANOS A CRIAR RIQUEZA PARA MEIA DÚZIA DE LADRÕES, QUE NORMALMENTE (?) OCUPAM LUGARES DE DESTAQUE E COM PODERES PARA BOICOTAREM TUDO O QUE SEJA COISA SÉRIA !!!

COMECEM E VÃO VER O QUE ENCONTRAM...!!!

PORTUGAL, NÃO TEM FUTURO, ENQUANTO OS LADRÕES CAUSAREM A DESGRAÇA DA PÁTRIA !!!

HOJE, O INQUILINO DE BELÉM, QUE NÃO PAGA RENDA E NÃO GANHA PARA AS DESPESAS, ANDOU A CUSPIR BITAITES LÁ NA ESTRANJA A VER SE CONSEGUE ENGANAR ALGUÉM, QUE VENHA INVESTIR POR CÁ, PARA QUE SEJAM...ROUBADOS !!!

cad7 23.05.2012

"Quero expressar a minha satisfação pela evolução do Governo e pela aproximação às posições do PS no plano nacional e europeu. A abstenção que está anunciada para o projecto de resolução do PS é uma boa notícia e a nossa proposta de adenda para o emprego e crescimento passará a ser a posição de Portugal"

Veremos se essa medida é a medida correcta. Vamos ver os pormenores porque se o crescimento assentar em dívida, não me parece muito brilhante tal ideia.
Depois, por que razão tem de ser invocada a aproximação ao PS, tentando colher aí louros desnecessários. Por que razão em vez de gerir a agenda pessoal e política do PS, não se congratula apenas com a medida uma vez que lhe merece apoio. Porque tem sempre de reclamar a autoria de ideias já velhinhas e mais que discutidas?

ver mais comentários
pub