Américas Ser comandante-chefe das forças armadas dos EUA "foi o maior privilégio" da vida de Obama

Ser comandante-chefe das forças armadas dos EUA "foi o maior privilégio" da vida de Obama

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, visitou no Natal as tropas na base da marinha no Havai e disse que ser comandante-chefe das forças armadas foi o maior privilégio da sua vida.
Ser comandante-chefe das forças armadas dos EUA "foi o maior privilégio" da vida de Obama
REUTERS
Lusa 26 de dezembro de 2016 às 08:19

"Apesar de esta ser a última vez que me dirijo a vocês como presidente, quero que saibam que, como cidadão, a minha gratidão se vai manter e o nosso compromisso para estar convosco ao longo de todo o caminho não desaparecerá", disse Obama no domingo, num encontro de Natal com as tropas e as suas famílias.

 

Obama tem uma relação especial com esta base da marinha, já que frequentou o seu ginásio e campo de golfe durante as oito férias de Natal presidenciais no Havai, onde cresceu.

 

"Quero dizer a todos que ser vosso comandante-chefe foi o maior privilégio da minha vida", afirmou.

 

O Presidente dedicou algumas palavras aos militares destacados no estrangeiro: "Apesar do difícil que é estar destacado, as pessoas aqui nos Estados Unidos, em casa, entendem (...) que estão a lutar pela nossa liberdade e para nos manterem seguros e preservarem o nosso modo de vida".  




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
00SEVEN 26.12.2016

Não comandou coisa nenhuma!
Em 8 anos destruiu a América e o resto do mundo!
Basta dizer que o homem mais poderoso do mundo é Putin e logo a seguir Donald Trump e Angela Merkel e ele nem sequer aparece os primeiros lugares da lista!
Um dia vamos saber coisas muito estranhas!
Israel, único regime democrático do médio oriente, que o diga!
Ele prefere os Castros e o Irão!

Anónimo 26.12.2016

Enganou a Europa com o caso dos refugiados (em milhares de milhões de € e vidas humanas) e por pouco ia deixando o seu legado à belicista e vaidosa Clinton).

Anónimo 26.12.2016

Primavera Arabe, continuação da politica belicista do Bush (que felizmente a Clinton não pode continuar) para os Europeus pagarem!

Anónimo 26.12.2016

Muito simpatico, muitas promessas mas só de fugida(cobardia ou fraqueza?) deu um ar de sua graça com a resuluçao dos colunatos na ONU.

pub