Justiça Sindicato dos Oficiais de Justiça anuncia greve de três dias

Sindicato dos Oficiais de Justiça anuncia greve de três dias

O Sindicato dos Oficiais de Justiça (SOJ) anunciou esta quinta-feira uma greve de três dias, a 31 de Janeiro, 1 e 2 de Fevereiro, para protestar contra a falta de resposta do Ministério da Justiça aos problemas.
Sindicato dos Oficiais de Justiça anuncia greve de três dias
Miguel Baltazar
Lusa 18 de janeiro de 2018 às 15:58
A greve de três dias dos oficias de justiça foi anunciada no dia da abertura do ano judicial.

"O Ministério da Justiça, independentemente dos seus titulares, não tem respondido atempada e adequadamente aos problemas que lhe têm sido submetidos pelos oficiais de justiça", refere o sindicato, em comunicado.

Segundo aquele sindicato, a "falta de vontade política, que se traduz também numa eventual falta de vontade financeira", coloca os tribunais e os oficiais de justiça "desprovidos de condições para potencializar a realização da justiça".

O SOJ refere que "não é de ânimo leve" que avançam para a greve, mas sublinham que os oficiais de justiça "não podem e não querem continuar a constituir, no prisma dos Ministérios da Justiça e das Finanças, o elo mais fraco das cogitações do Governo".

De acordo com o sindicato, os oficiais de justiça reivindicam a contagem do tempo em que a carreira esteve congelada, um "regime de aposentação justo, reconhecendo a exigência da carreira", uma compensação pelas exigências decorrentes da especialização dos tribunais, formação contínua e a revisão e valorização do estatuto socioprofissional, bem como a colocação a concurso para promoção dos lugares vagos e a abertura de concurso para ingresso na profissão.



A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Anónimo 18.01.2018

Até que enfim, porra... Que saudades de uma boa greve, de uma daquelas que enrouqueçam jericónimos, aviolas e armónios. Que saudades de uma viagenzita a Lisboa, umas sandochas e bifanas regadinhas com as bejecas da ordem. Bora lá, camaradas Há 101 anos que o sol tenta brilhar. Será desta? Oxalá.

Anónimo 18.01.2018

As reivindicações na função pública nunca mais vão parar. Só quando vier outro resgate e já é um filme repetido por várias vezes. O monhé abriu as pernas ao Mário Nogueira e já se esperava tudo o resto de enxurrada. Trabalhei 40 anos junto a tribunais e ministério público e sei como se baldavam.

Camponio da beira 18.01.2018

Coloquem num motor de busca a seguinte frase: Justiça emprega mais em Portugal do que na europa" e depois comentem o que encontrarem.

pub