Eleições Sinn Féin quer referendo sobre fronteira da Irlanda do Norte

Sinn Féin quer referendo sobre fronteira da Irlanda do Norte

O partido Sinn Féin quer aproveitar o resultado, na Irlanda do Norte, das eleições legislativas britânicas de quinta-feira para pedir um referendo à fronteira com a República da Irlanda, contornando assim o Brexit.
Sinn Féin quer referendo sobre fronteira da Irlanda do Norte
Reuters
Lusa 07 de junho de 2017 às 01:06

"A questão constitucional é importante porque representa a forma como nos governamos e como vemos o nosso futuro", afirmou John O'Dowd, que substituiu esta noite num debate televisivo a líder do Sinn Féin, Michelle O'Neill, por esta estar afónica.

 

O antigo ministro da Educação da região defendeu, no canal televisivo BBC 1 da Irlanda do Norte, "uma nova visão para uma nova Irlanda" que não se limita a juntar "dois países falhados", mas sim a projectar "um novo início, com os direitos dos cidadãos protegidos na lei".

 

Jeffrey Donaldson, do Partido Democrata Unionista (DUP), em representação da líder Arlene Foster, ausente do país em serviço oficial, defendeu, por seu lado, que estas eleições "não são um referendo" à permanência da Irlanda do Norte no Reino Unido.

 

Mesmo assim, argumentou que a união com a República da Irlanda significaria um prejuízo financeiro porque a região perderia o financiamento dado por Londres, que paga os serviços públicos, e insistiu na importância de formar um governo autónomo, num impasse desde Março.

 

"Esta eleição é mais do que sobre a União, é sobre Saúde e Educação, é sobre meter outra vez o parlamento da Irlanda do Norte a funcionar. Estamos prontos a formar um novo governo na próxima segunda-feira, sem condições, porque compreendemos que as pessoas que representamos querem que tomemos decisões e governemos a Irlanda do Norte com estabilidade política", afirmou.

 

O governo britânico deu até 29 de Junho para que os dois partidos se entendam e formem um governo conjunto, em conformidade com os acordos de paz.

 

Porém, além de rivais históricos neste tema, Sinn Féin e DUP discordam também na questão do Brexit, que foi recusado por 56% dos eleitores na Irlanda do Norte, mas aprovado por 52% na soma dos votos em todo o Reino Unido.

 

O debate na BBC regional da Irlanda do Norte incluiu também representantes dos partidos Alliance, SDLP e UUP.

 

Uma sondagem publicada hoje no jornal Belfast Telegraph indica que o Sinn Féin e DUP estão quase empatados, com 28,1% e 28,9%, respectivamente, seguindo pelo SDLP (13,8%), UUP (15,4%) e Alliance (9,9%).

 

A Irlanda do Norte elege 18 deputados para a Câmara dos Comuns, mas o Sinn Féin nunca participa nos trabalhos em Westminster por não aceitar a soberania britânica.

 

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub