Economia Sismo de magnitude 4.3 sentido em Lisboa

Sismo de magnitude 4.3 sentido em Lisboa

Esta quinta-feira, pouco antes das 8:00, foi sentido um sismo de magnitude 4.3 na região de Lisboa. O epicentro do sismo foi em Sobral de Monte Agraço.
Sismo de magnitude 4.3 sentido em Lisboa
François Philipp
Lusa 17 de agosto de 2017 às 08:09
Um sismo de magnitude 4.3 na escala de Richter foi registado pelas 7:44, com epicentro a 4 quilómetros nordeste de Sobral de Monte Agraço, Lisboa, adiantou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

"Até à elaboração deste comunicado não foi recebida nenhuma informação confirmando que este sismo tenha sido sentido", refere o IPMA em comunicado.

Contudo, a agência Lusa recebeu informação de várias pessoas que dizem ter sentido o abalo.

"Este sismo, de acordo com a informação disponível até ao momento, não causou danos pessoais ou materiais e foi sentido com intensidade máxima III (escala de Mercalli modificada) na região de Vila Franca de Xira e na cidade de Lisboa", refere um comunicado do IPMA divulgado esta quinta-feira, 17 de Agosto.

 

O tremor de terra, registado às 07:44 de hoje, teve uma magnitude de 4.3 na escala de Richter, com epicentro a quatro quilómetros este-nordeste de Sobral de Monte Agraço, próximo de Torres Vedras, na zona Oeste do distrito de Lisboa.

 

A escala de Mercalli tem 12 níveis, entre o imperceptível e danos quase totais. O nível III corresponde a um sismo fraco.

 

Segundo o IPMA, um abalo na escala III de Mercalli implica que seja sentido dentro de casa e que os objectos pendentes baloicem.

 

"A vibração é semelhante à provocada pela passagem de veículos pesados. É possível estimar a duração mas não pode ser reconhecido com um sismo", explica o IPMA.

 

Os bombeiros voluntários de Sobral de Monte Agraço disseram à Lusa que apesar de "muito sentido", o tremor não originou pedidos de ajuda.

 

"Foi um pouco assustador. Os vidros à voltam tremeram todos, até achei que fossem partir", disse à Lusa Daniela Cardoso, bombeira voluntária daquela corporação, que acrescentou que o abalo foi sentido entre cinco a dez segundos.

 

A agência Lusa recebeu informação de várias pessoas que afirmam ter sentido o sismo na região de Lisboa.

 

Os sismos são classificados segundo a sua magnitude como micro (menos de 2,0), muito pequeno (2,0-2,9), pequeno (3,0-3,9), ligeiro (4,0-4,9), moderado (5,0-5,9), forte (6,0-6,9), grande (7,0-7,9), importante (8,0-8,9), excepcional (9,0-9,9) e extremo (superior a 10).

(Notícia actualizada às 08:41 com mais informação)




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 17.08.2017

Ai foi sentido, foi. Uns dois segundos com o escritório a abanar! Bem o senti. Eu e outro colega meu.

comentários mais recentes
Anónimo 17.08.2017

Querem ver que "Deus" vai, uma vez mais, escrever torto por linhas direitas. Se assim for, ao menos que seja selectivo nos alvos e pare de sacrificar inocentes.

Seguros de imóveis 17.08.2017

E as companhias ainda querem vender seguros para imóveis? Vão-se lixar. Se houver um terramoto em Lisboa as companhias desaparecem pois não tem massa para pagar a essa gente toda.

fcj 17.08.2017

Virá aí o diabo q alguns esperam?

mario_rui 17.08.2017

O estremecimento foi razoavelmente forte, mas só durante 2 ou 3 segundos, em Leiria.
Pela minha experiência, foi de cerca de 4 graus Richter.

ver mais comentários