Angola Sonangol retoma construção de hotel de 296 milhões de euros

Sonangol retoma construção de hotel de 296 milhões de euros

Petrolífera angolana vai mesmo construir o hotel e casino Intercontinental, um edifício de 24 andares e com 377 quartos. Projecto estava suspenso há dois anos.
Sonangol retoma construção de hotel de 296 milhões de euros
Simon Dawson/Bloomberg
Lusa 30 de janeiro de 2018 às 16:46

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) anunciou esta terça-feira, 30 de Janeiro, que vai retomar a construção de um hotel, em Luanda, com 377 quartos e 24 andares, após uma paragem de dois anos.

 

Em causa está a construção do hotel e casino Intercontinental, situado no eixo viário, em Luanda, projecto que no relatório em contas de 2016 do grupo estatal Sonangol, então liderado por Isabel dos Santos, e com a obra já suspensa, estava avaliada 296 milhões de euros, à taxa de câmbio atual.

 

De acordo com uma informação enviada à Lusa pela Sonangol, "será uma das maiores e mais imponentes unidades hoteleiras do país" e "poderá ver as suas obras concluídas já este ano", o que levou o conselho de administração da petrolífera, desde Novembro liderado por Carlos Saturnino, a visitar a obra, no passado sábado.

 

"O conselho de administração emitiu orientações específicas, visando o termo dos trabalhos e traçou linhas que passam pela identificação dos melhores mecanismos para a sua rentabilização, focando a necessidade de se estabelecerem parcerias que permitam fazer do hotel uma unidade de referência incontornável", lê-se na mesma informação.

 

Trata-se de um hotel com design baseado nos contornos de um diamante e que proporciona à maior parte dos seus aposentos uma vista panorâmica, refere a Sonangol.

 

No relatório e contas de 2016 da Sonangol, só a rubrica hotéis incluía, além deste, investimentos nos hotéis HCTA, Maianga, Florença e Base do Kwanda, que "estão a ser explorados por entidades terceiras ao abrigo de contratos de exploração, recebendo o Grupo [Sonangol] rendas pela sua exploração".




A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
So Obras faraonicas enquanto o povo passa fome Há 2 semanas

Os Pretos sao as maiores bestas d Universso roubam os manos deles para dar aos Novos colonos, Relvas Portas& Gang.

Mr.Tuga Há 3 semanas

Percebe-se....

Está no "core business" da empresa!

pertinaz Há 3 semanas

BANDALHEIRA

General Ciresp Há 3 semanas

Parece-me ser uma ideia acertada.Nao cliente de casino mais assiduo que o chines.Quem quizer encontrar chineses fora do pais deles e ir aos casinos.Gente CASINEIRA.

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub