Política Sondagem Expresso: Centeno e Vieira da Silva são os ministros com melhor nota

Sondagem Expresso: Centeno e Vieira da Silva são os ministros com melhor nota

A sondagem realizada pelo Expresso sobre o que pensam os portugueses da actuação dos ministros de António Costa, divulgada este sábado, colocou Caldeira Cabral no fim da lista.
Sondagem Expresso: Centeno e Vieira da Silva são os ministros com melhor nota
Miguel Baltazar
Negócios 05 de agosto de 2017 às 11:34

O Expresso realizou uma sondagem junto dos portugueses sobre o que pensam da actuação dos ministros do Governo de António Costa. As respostas, e as notas obtidas através de uma média das votações (numa escala até 5) dadas pelos interrogados, mostram que os ministros que mais têm estado debaixo de fogo da oposição são precisamente aqueles que ficam na parte inferior da tabela, revela o semanário. E quem são eles? Manuel Caldeira Cabral, com a pasta da Economia, recolhe 1,9 valores, e Azeredo Lopes, da Defesa, 2 valores.

Mas também se pode olhar para esta classificação do fundo da tabela de outra forma, sublinha o Expresso: "será que é por estarem na parte de baixo da tabela que são o alvo preferido do fogo da oposição? Assolados pelos casos de Tancos e de Pedrógão, reveladores de variadas fragilidades ao nível do Estado e da capacidade de resposta do Governo e das entidades públicas, os principais responsáveis políticos dos sectores aparecem no fundo da lista".

 

"Ali está também o jovem e muito fustigado ministro da Educação [Tiago Brandão Rodrigues teve 2,4 valores]. Mas também aqui se encontram ministros que, não tendo estado envolvidos em polémicas nem sido particularmente criticados (Eduardo Cabrita e Ana Paula Vitorino, o casal desta ‘turma’), podem ser prejudicados por serem dos mais discretos, dos que têm pastas menos visíveis e portanto dos que gozam de menor popularidade e notoriedade", ressalva o jornal.

Nesta  sondagem, junto dos eleitores portugueses, sobre quais os ministros que consideram que mais mal se têm comportado e sobre quais encaram como sendo mais sólidos e fiáveis, é o ministro das Finanças, Mário Centeno, que encabeça a lista de melhor aluno, com  3,8 valores.

Segue-se, na classificação dos ministros com melhor desempenho no governo de Costa, o titular da pasta do Trabalho, José Vieira da Silva, com 3,6 valores. Adalberto Campos Fernandes, que tutela a Saúde, surge em terceiro lugar com 3,5 valores.

Ainda com positiva (até 3 valores), há mais três ministros: Pedro Marques (Transportes, com 3 valores), Francisca Van Dunem (Justiça, com 3,3 valores) e Augusto Santos Silva (Negócios Estrangeiros, com 3,5).

 

Já Manuel Heitor (Ciência), Matos Fernandes (Ambiente), Maria Manuel Leitão Marques (Presidência do Conselho de Ministros) e Capoulas Santos (Agricultura), "embora periclitantes e abaixo da positiva (ou seja, longe de convencer), ficam a poucas décimas do ‘3’ e ganham o direito a pelo menos ir à oral", salienta o Expresso.

Luís Castro Mendes, com as rédeas da Cultura, recebeu 2,5 valores, logo seguido de Tiago Brandão Rodrigues [Educação, 2,4 valores], Eduardo Cabrita [ministro adjunto, 2,3 valores], Constança Urbano de Sousa [Administração Interna, 2,2 valores] e Ana Paula Vitorino [com a ministra do Mar a obter 2,1 valores]. 




pub