Economia Stiglitz: Nenhuma grande economia saiu de uma crise com austeridade

Stiglitz: Nenhuma grande economia saiu de uma crise com austeridade

O prémio Nobel da Economia Joseph Stiglitz disse hoje que nenhuma grande economia, como é o caso da europeia, saiu de uma crise através de austeridade, e previu o desaparecimento do euro se as políticas não se alterarem.
Lusa 20 de Junho de 2012 às 19:39
Na inauguração do I Congresso de Trabalho, Economia e Sociedade, organizado pela Fundacíon 1 de Mayo da Confederação Sindical de Comissões de Trabalhadores (CCOO) espanhola, Stiglitz alertou que as consequências das políticas que estão a ser adoptadas na Europa serão "amplas e severas" e considerou que "é provável" que a crise se prolongue.

O prémio Nobel da Economia sublinhou que existem alternativas para que Espanha saia da crise, embora considere que a capacidade de actuação do país é limitada, uma vez que as medidas vêm da Europa.

No encontro participou também o secretário-geral da CCOO, Ignacio Fernández Toxo, que disse que a Europa precisa de um novo "contrato social".

O dirigente da CCOO afirmou que o movimento sindical se compromete a liderar uma "ampla resposta do conjunto da cidadania" para mostrar que existem alternativas para uma saída social da crise.




A sua opinião10
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Como faz o Obama? 21.06.2012

O que estão a fazer os EUA? Por acaso anda por lá alguma troika a cortar a torto e a direito? Qual quê .... os EUA imprimem dinheiro à tripa forra, e os seus lambebotas (UK) fazem exactamente o mesmo. E alguém tem dúvidas que se a Alemanha estivesse na mesma situação de aperto (como já esteve no passado) que não ligava a impressora do BCE a alta velocidade? Como vão fazer com a espanha e a itália? Certamente que a receita aplicada à grécia, irlanda e portugal, não vai ser adoptada.

BELA 21.06.2012

CONCORDO MASAGORAÉ TEMPO DE FÉRIAS PARA O GOVERNO E 60 EMPRESÁRIOS NA AMERICA LATINA E O POVINHO A PAGAR

Abel 21.06.2012

Este vivendi acha que pode dar lições a um prémio Nobel da economia, ou melhor a dois porque o Krugman anda a dizer a mesma coisa. Quando a ignorância é muita até os analfabetos acham que são doutores tipo burro carregado de livros, só que este nem livros deve ler, estuda pela net. Santa ignorância!.

Eca_de_Queiroz 21.06.2012

Mas como é que se mete o B-A-BA da Economia nas cabeças duras da pandilha NEOL? Impossível!

ver mais comentários
pub