Função Pública Subsídio de refeição: funcionários públicos podem ter aumento de cinco euros por mês

Subsídio de refeição: funcionários públicos podem ter aumento de cinco euros por mês

A proposta preliminar de orçamento aponta para um aumento de 25 cêntimos ou de 5,9% no subsídio de refeição. Em meses com 20 dias úteis de trabalho, a proposta implica um aumento mensal de 5 euros.
Subsídio de refeição: funcionários públicos podem ter aumento de cinco euros por mês
Miguel Baltazar
Catarina Almeida Pereira 14 de Outubro de 2016 às 15:02

O subsídio de refeição dos funcionários deverá aumentar 25 cêntimos por dia, de acordo com a indicação que consta da proposta preliminar do Orçamento do Estado. Na prática, isto pode implicar um aumento mensal de cerca de cinco euros para os funcionários públicos que se apresentem ao trabalho todos os dias, num mês que tiver vinte dias úteis.

O documento preliminar explica que o subsídio de almoço "é actualizado", "fixando-se em 0,25 euros".Como o subsídio de refeição está congelado desde 2009 nos 4,27 euros por dia, a actualização implica um aumento de 5,9%.

O subsídio de refeição só é pago quando há prestação efectiva de trabalho, o que não acontece nos casos de férias ou faltas por situação de doença ou assistência a familiares, por exemplo.

O valor é referido num artigo em que o Governo revela a intenção de manter algumas das restrições à despesa com pessoal, proibindo de uma forma geral valorizações no salário base, congelando outros abonos ou mantendo os cortes no valor das horas extraordinárias.

Estas restrições não se aplicam, no entanto, ao sector empresarial do Estado, "retomando-se a aplicação dos instrumentos de regulamentação coletiva do trabalho existentes". Na prática, isto significa que as empresas públicas se vão reger pelas normas que constam das convenções colectivas assinadas entre as administrações e os sindicatos.








A sua opinião13
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Gatunos 14.10.2016

O aumento da conta da eletricidade que irei ter na minha barraca é superior aos ditos 5 euros por mês a mais que eventualmente irei receber no subsidio da alimentação.
Lá terei mais uma vez de "cortar na minhas gorduras" para equilibrar o orçamento familiar, queria era que os nossos desgraçados governantes cortassem nas "gorduras do Estado" que de tão gordo que está já vai em 3 bancarrotas a caminho da quarta bancarrota.

comentários mais recentes
Anónimo 02.11.2016

agora vamos ficar ricos 5 euros vergonha

João Carlos Carvalho 14.10.2016

Há que manter a base de apoio contente...

Anónimo 14.10.2016



FP . CGA – 40 ANOS A ROUBAR OS TRABALHADORES E PENSIONISTAS DO PRIVADO


UM EXEMPLO DE INJUSTIÇA QUE É URGENTE CORRIGIR

Um técnico superior reformado em 2005 pela Caixa Geral de Aposentações (CGA) levou uma pensão de 2.026 euros consigo. Se se tivesse aposentado na mesma altura, com o mesmo salário, pelas regras da Segurança Social, teria levado para casa 1.512 euros.

Ora bem 500€ x 10 anos x 12 meses = 60.000€ a mais, que esse gajo já embolsou desde 2005, à custa de quem trabalha.
Rica mama.
Deve ser obrigado a devolver tudo.

Enganei-me nas contas, são 14 meses por ano, ainda lhe estava a perdoar 10.000€ (sortudo).
Afinal tem que devolver 70.000€.

Receber 70.000€ a mais, em 10 anos?
Isso dá para comprar um carro de 30.000€, de 4 em 4 anos.
Este é mesmo o país das maravilhas... para alguns.

Anónimo 14.10.2016



PS . BE . PCP - são uns PHILHOS DE PHU TA que xupam o sangue ao POVO...

para dar mais dinheiro e privilégios aos FP & CGA.


ver mais comentários
pub
pub
pub
pub