Conjuntura Taxa de inflação mantém-se em 1,4%

Taxa de inflação mantém-se em 1,4%

Os preços no consumidor aumentaram 1,4%, em Outubro, revelou o INE. A variação de preços é idêntica à observada em Setembro.
Taxa de inflação mantém-se em 1,4%
Sara Antunes 13 de novembro de 2017 às 11:01
A taxa de inflação fixou-se em 1,4%, idêntico à registada em Setembro, revelou esta segunda-feira, 13 de Novembro, o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Na Zona Euro a taxa de inflação recuou para 1,4%, no mês em análise, segundo os dados divulgados no dia 31 de Outubro pelo Eurostat. No mês anterior os preços no consumidor tinham aumentado 1,5%. Esta foi uma leitura preliminar da inflação, sem que houvesse dados sobre os diferentes países. Ainda assim, este valor aponta para que a pressão sobre o Banco Central Europeu (BCE) diminua, já que a inflação volta a afastar-se da meta de 2% fixada pela autoridade monetária.

"O indicador de inflação subjacente (IPC excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos) apresentou uma variação homóloga de 1,3%, valor idêntico ao do mês anterior", adinata a mesma fonte.

Esta terça-feira, 14 de Novembro, será a vez de o INE divulgar os dados do produto interno bruto (PIB) do terceiro trimestre do ano. Os últimos dados conhecidos revelam que a economia cresceu 3% no segundo trimestre do ano, sendo esperado que nos três meses seguintes a economia tenha abrandado o ritmo de expansão. 

(Notícia actualizada com mais informação)



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
Saber mais e Alertas
pub