Media Taxa audiovisual mantém-se em 2,85 euros (Cor.)

Taxa audiovisual mantém-se em 2,85 euros (Cor.)

Em 2017 o valor mensal da contribuição audiovisual, que financia a RTP, vai fixar-se em 2,85 euros, um aumento de 20 cêntimos que já tinha começado a ser aplicado em Julho deste ano.
Taxa audiovisual mantém-se em 2,85 euros (Cor.)
Sara Ribeiro 14 de Outubro de 2016 às 14:09

A Contribuição Audiovisual (CAV), valor pago pelos contribuintes para financiar a RTP, vai manter-se em 2,85 euros. De acordo com a proposta do Orçamento do Estado para 2017,o montante mensal vai fixar-se nos 2,85 euros (sem IVA). Um aumento de 20 cêntimos face aos 2,65 euros estabelecidos em 2015 e nos primeiros meses deste ano.

Desde Julho deste ano que o valor cobrado na factura da electricidade da maioria dos contribuintes aumentou para 2,85 euros no seguimento da proposta do BE para diminuir o valor da CAV pago pelas famílias com tarifa social de electricidade.

Segundo o Bloco, a redução vai beneficiar um milhão de famílias, enquanto o agravamento 2,85 euros penaliza 4,6 milhões de famílias.

"Em 2017, para efeitos de aplicação dos nº 1 e 2 do artigo 4º da Lei nº 30/2003, de 22 de Agosto, que aprova o modelo de financiamento do serviço público de radiodifusão e de televisão, o valor mensal da contribuição é de 2,85 euros e de 1 euro, respectivamente", lê-se no mesmo documento.

 

Segundo o mesmo documento, a alteração legislativa vai beneficiar alguns beneficiários da tarifa social de electricidade.

A partir do próximo ano "a contribuição para o audiovisual, prevista nos termos dos númerosanteriores, não incide sobre a electricidade fornecida para o exercício dasactividades incluídas nos grupos 011 a 015 da divisão 01 da secção A daClassificação das Actividades Económicas – Revisão 3 (CAE-Rev. 3),aprovada pelo Decreto-Lei nº 381/2007, de 14 de Novembro, quando ocontador permitir a individualização, de forma inequívoca, da energiaconsumida nas referidas actividades.

 
(Notícia corrigida às 16h com a informação de que a taxa audiovisual já tinha sido aumentada em Julho deste ano, pelo que agora se manterá)




A sua opinião14
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Mr.Tuga Há 2 semanas

Esta taxa é uma ABERRAÇÃO!

É o SAQUE mais vergonhoso das ultimas décadas!

Absolutamente inqualificável! Uma chuliss*e! Pagar uma taxa dissimulada quando a bost*a desta INUTIL empresa publica tem receitas próprias e recebe guita dos contribuintes!

Tudo para a rapaziada da RTPê auferir salários bem acima da média nacional, para sustentar as pseudo-vedetas da treta PRINCIPESCAMENTE PAGAS e para ter um programação execrável e digna de 4º mundo! E para passar "serviço publico" de fuitibóis e touradas para o bronco e imbecilizado tuga ficar anestesiado!

comentários mais recentes
pertinaz Há 2 semanas

BEM PODEM ACABAR COM O CANAL 1

Anónimo Há 2 semanas

Se esta empresa for vendida por 0,00€ é um belíssimo negocio para os contribuintes. Serviço público?!...

Anónimo Há 2 semanas

Se esta empresa for vendida por 0,00€ é um belíssimo negocio para os contribuintes. Serviço público?!...

alcpf Há 2 semanas

Isso não é aceitável... O povo deveria revoltar-se!

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub