Finanças Públicas Teodora Cardoso defende uma reforma fiscal centrada no crescimento

Teodora Cardoso defende uma reforma fiscal centrada no crescimento

Há demasiados impostos, e demasiadas alterações no sistema fiscal português, diz a Presidente do Conselho das Finanças Públicas em entrevista ao Jornal de Negócios e à Antena 1 em que defende uma reforma fiscal.
A carregar o vídeo ...
Rui Peres Jorge Rosário Lira 11 de dezembro de 2016 às 12:00

A presidente do Conselho das Finanças Públicas defende uma reforma fiscal que coloque a política fiscal ao serviço do crescimento. Há demasiados impostos e demasiadas alterações, o que gerou um sistema complexo e instável. Seria bom resolver este problema, diz na "Conversa Capital", uma entrevista do Negócios e da Antena 1.

 

Portugal tem colocado a tributação ao serviço da despesa, perdendo pelo caminho a noção do objectivo da tributação, que é a de promover o crescimento equilibrado e sustentável da economia. É necessária uma reforma que perceba a interacção fundamental entre impostos e crescimento, exportações e investimento.  

 

A entrevista completa pode ler ouvida na Antena 1 no domingo e lida na edição de segunda-feira, do Jornal de Negócios.


A sua opinião15
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Jorge Santos 11.12.2016

??

Paulo Mariano 11.12.2016

Oh senhora, sabem lá eles do que a sra fala...

Josefa Martins 11.12.2016

Conversa velha!!!!! Só quando a troika vier por uma década!!!!!!??

Anamaria Santos 11.12.2016

E eu defendo q VAS depressa PA reforma.

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub