Autarquias Terras de Bouro está há um ano a tentar que Ronaldo pague 200 euros

Terras de Bouro está há um ano a tentar que Ronaldo pague 200 euros

Uma inspecção detectou uma construção ilegal na casa que Cristiano Ronaldo tem na zona do Gerês. A câmara de Terras de Bouro está há mais de um ano a tentar notificar o jogador para proceder à respectiva legalização, que não deverá ultrapassar os 200 euros.
Terras de Bouro está há um ano a tentar que Ronaldo pague 200 euros
Reuters
Bruno Simões 11 de maio de 2017 às 19:24

A casa de férias que Cristiano Ronaldo construiu na zona do Gerês, no município de Terras de Bouro, não está conforme o projecto que foi aprovado pela câmara. O problema é o campo desportivo que foi construído junto às margens do rio Cávado, que não se encontra licenciado pelo município. Esta irregularidade foi detectada pela Inspecção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território em Março no ano passado, mas desde então, o município ainda não conseguiu notificar o jogador português.

 

Esta quinta-feira, o assunto foi discutido na reunião do executivo de Terras de Bouro, tal como escreve o jornal O Amarense. Contudo, segundo conta o presidente da câmara de Terras de Bouro ao Negócios, Joaquim Cracel (PS), a autarquia não vai avançar com um processo judicial contra Cristiano Ronaldo; a grande novidade da reunião desta manhã é que o município já terá conseguido notificar o jogador para regularizar a construção.

 

Mas não foi nada fácil chegar a Cristiano Ronaldo. De acordo com o autarca, a câmara municipal está a tentar notificar o atleta há mais de um ano, desde que a IGAMAOT detectou uma construção que excede a área que estava licenciada no terreno onde está a casa do jogador – o tal campo desportivo. Este foi um dos 22 processos abertos pela IGAMAOT na área abrangida pela Barragem da Caniçada, e, naturalmente, o mais mediático. Mas é ao município que cabe notificar os donos dos terrenos.

 

"Já o tínhamos tentado notificar várias vezes, mas as cartas vieram todas devolvidas. A primeira vez que tentámos foi há cerca de um ano; a segunda há seis meses; a terceira há dois ou três meses. Foi até enviada para o estádio Santiago Bernabéu [onde joga o Real Madrid, o clube do internacional português], mas também foi devolvida", explica, entre risos. Porém, recentemente foi enviada uma notificação "para o representante do jogador em Portugal", e o autarca está convencido de que chegou finalmente à pessoa certa.

 

A situação que envolve esta construção na casa de Cristiano Ronaldo "é fácil de resolver", garante o autarca. "Quando uma pessoa faz qualquer coisa que não está no processo inicial da casa é notificada para a regularizar". O problema, neste caso, foi chegar ao jogador. Até porque os valores em questão, para proceder à legalização do campo desportivo, "são uma coisa mínima. Estamos a falar de 150, 200 euros". Ronaldo não terá dificuldade em pagá-los: "são cinco segundos de trabalho dele", acrescenta Joaquim Cracel, bem-disposto.

 

Passeios de barco para ver a casa de Ronaldo

 

A inspecção da IGAMAOT passou a pente fino todos os terrenos, casas e equipamentos localizados na margem da albufeira da Caniçada, que é o território que está a montante da barragem, e que é muito cobiçado por ser uma zona a que é relativamente difícil de aceder – o que permite a Cristiano Ronaldo fugir de olhares indiscretos.

 

A construção da casa de Ronaldo nesta zona provocou um reboliço entre os habitantes e há até quem venha de longe para espreitar a residência do jogador. Existe mesmo um barco que faz passeios no rio Cávado e pára de propósito em frente à casa do actual melhor jogador do mundo, para que possa ser contemplada pelos turistas. Ao jornal O Minho, Joaquim Cracel chegou a classificar este passeio como "uma das galinhas de ovos de ouro" do turismo de Terras de Bouro.

 

Dos 22 processos que foram levantados pela IGAMAOT, "metade já está resolvida", acrescenta o autarca, que garante que a casa de Ronaldo "não está ilegal".




A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

As mercadorias sob o nome Maxisize Portugal tornou-se muito popular e é muito popular entre os homens. Hoje, a Internet tem sobre ele um monte de informações, mas nós decidimos fazer uma análise objectiva e independente deste produto para falar sobre isso. O tamanho do ó

Anónimo 14.05.2017

É de lamentar que isto seja uma notícia, relativamente a uma situação tão ridícula, com o Cristiano Ronaldo, em que a notificação só não foi feita por inépcia se houvesse "boa vontade" por parte dos Serviços da CM de Terras de Bouro!
Sr. Presidente, ponha esses Serviços ordem como bem sabe!

JOAO 13.05.2017

da vontade de rir, so num pais de meios anormais. Por causa de um anexosito aparecem nos jornais a fazer publicidade para a camara la do sitio ficar conhecida. Ja deu mais a ganhar a camara cr7 do que a multa por ter feito um enexoisito no terreno. aS CAMARAS DEIXAM PASSAR MAMARRACHOS.....

pertinaz 12.05.2017

A CULPA NÃO É DELE... É DA ESCUMALHA DE POLÍTICOS QUE FAZ LEIS QUE PERMITEM O CIDADÃO TOUREAR A JUSTIÇA...!!!

ver mais comentários
pub