Economia Tony Carreira leiloa primeira guitarra para apoiar vítimas dos incêndios

Tony Carreira leiloa primeira guitarra para apoiar vítimas dos incêndios

A primeira guitarra de Tony Carreira, que aparece na capa do disco Ai Destino, de 1995, está a leilão na eSolidar e tem como licitação base três mil euros. As receitas destinam-se a apoiar as vítimas e desalojados dos incêndios de Pampilhosa da Serra, de onde o cantor é natural.
Tony Carreira leiloa primeira guitarra para apoiar vítimas dos incêndios
A guitarra com que Tony Carreira iniciou a sua carreira e com a qual aparece na capa do disco Ai Destino, editado em 1995, está em leilão na eSolidar.
Rui Neves 22 de novembro de 2017 às 16:28

"E hoje a cantar

Em cada canção trago esse lugar no meu coração

Criança que fui e homem que sou, e nada mudou

E hoje a cantar não posso esquecer

aquele lugar que me viu nascer

Tão bom recordar aquele cantinho

e os sonhos de menino…"

 

A canção "Sonhos de Menino", um dos grandes êxitos de Tony Carreira, retrata os primeiros anos de vida do cantor na sua terra natal, Pampilhosa da Serra. Acontece que, com os incêndios de 15 de Outubro, tudo mudou no local que o viu nascer. 

 

Para apoiar as vítimas e desalojados dos incêndios que devastaram Pampilhosa da Serra, Tony Carreira decidiu doar a sua primeira guitarra para um leilão solidário na eSolidar, plataforma online de angariação de fundos.

 

Trata-se da guitarra com que Tony iniciou a sua carreira e com a qual aparece na capa do disco Ai Destino, editado em 1995.

 

A base de licitação do instrumento é de três mil euros. O leilão decorre até 20 de Dezembro.

 

O vencedor do leilão receberá a guitarra, autografado pelo artista, directamente das mãos de Tony Carreira, durante concerto solidário que Tony Carreira vai realizar no dia 23 de Dezembro em Pampilhosa da Serra.

 

A totalidade da receita conseguida no leilão será depositado na conta solidária criada pela Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra para apoiar as vítimas dos incêndios havidos naquele concelho, que se estima terem afectado mais de 30 mil hectares de floresta ardida, num total de 50 povoações afectadas e 500 habitações atingidas, cuja recuperação tarda em começar.

 

Os dois grandes incêndios de Junho e de Outubro que afectaram a Pampilhosa da Serra, no distrito de Coimbra, destruíram 80% da floresta do concelho.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Flop Há 2 semanas

Fazia uma doação mas prefere aparecer

Guitarrista Há 2 semanas

Este gajo em vez de fazer uma doação aram-se em espertalhão e vai "dar" o dinheiro dos outros. Que porra.... aprendeu muito com os padres .. pedem aos outros mas nunca dão o deles .. dão sempre o dos outros. Chupista.

pub