Saúde Tragédia em Tondela: 29 dos 38 feridos ainda estão nos hospitais

Tragédia em Tondela: 29 dos 38 feridos ainda estão nos hospitais

Além dos oito mortos, a explosão em Vila Nova da Rainha, em Tondela, deixou 38 feridos, dos quais apenas nove tiveram alta até agora. Alguns dos feridos encontram-se em estado grave.
Tragédia em Tondela: 29 dos 38 feridos ainda estão nos hospitais
Nuno André Ferreira/Lusa
Lusa 14 de janeiro de 2018 às 13:54
Pelo menos 38 pessoas ficaram feridas no incêndio de sábado numa associação recreativa em Tondela, que provocou a morte a oito pessoas, segundo dados do Ministério da Saúde. No local foram tiradas 46 vítimas dos incêndios, sendo que oito delas foram vítimas mortais.

Segundo dados transmitidos à agência Lusa por fonte oficial do Ministério da Saúde, dos 38 feridos, nove já tiveram alta hospitalar. Os restantes continuam a ser assistidos em vários hospitais. 

Treze dos feridos do incêndio estão internados no hospital de Viseu, dois deles em cuidados intensivos, segundo o presidente da administração Centro Hospitalar Tondela -- Viseu, Cílio Correia.

Houve ainda 16 feridos que foram enviados para outras unidades hospitalares: cinco para o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, para o Porto foram três feridos para o hospital São João, dois para o Santo António e um para a Prelada - este com "prognóstico reservado", enquanto para Lisboa foram encaminhados dois para o Santa Maria, dois para o São Francisco Xavier e um menor para o Dona Estefânia.

No local estiveram 36 meios operacionais do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), entre eles seis viaturas médicas de emergência e reanimação, quatro unidades de psicologia, seis ambulâncias de emergência médica e também quatro helicópteros, dois deles da Força Aérea.

Segundo os dados do Ministério da Saúde, mais de 70 elementos do INEM estiveram envolvidos.

O incêndio deflagrou durante um jantar numa associação recreativa de Vila Nova da Rainha. A Lusa não conseguiu ainda apurar junto das autoridades as causas do incêndio.



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Abafar à boa maneira portuguesa. 15.01.2018

Que se faça publicidade das causas do acidente sobretudo para prevenção. Isto independentemente de eventuais(difícil, porque aqui é costume haver muito voluntarismo) culpados.

General Ciresp 14.01.2018

Os incendios do verao passado foram acompanhados de EXPLOSAO de raiva,ontem parece ter havido uma IMPLOSAO tambem ela de raiva.Falha humana significante.haja recuperacao rapida do que sobrou.

pub