Mundo Três furacões progridem em simultâneo no Atlântico

Três furacões progridem em simultâneo no Atlântico

Três furacões estão a progredir em simultâneo no Oceano Atlântico, depois das tempestades José e Katia passarem a esta categoria, juntando-se assim ao Irma, que se desenvolve na categoria máxima, de 5, anunciou o Centro norte-americano de Furacões.
Três furacões progridem em simultâneo no Atlântico
Reuters
Lusa 06 de setembro de 2017 às 23:03

Nos seus boletins de informação mais recentes, às 22:00 de Lisboa, o Centro norte-americano de Furacões (NHC, na sigla em Inglês) indicou que os ventos do José atingem os 120 quilómetros horários (categoria 1 de uma escala de 5) e que progride a 26 quilómetros por hora na direcção oeste-noroeste. Esta direcção deve ser mantida durante as próximas 48 horas.

 

O NHC estima que o José, que está "a ganhar força rapidamente", se aproxime da categoria 3, correspondente à de "furacão importante", com ventos entre 178 e 208 quilómetros por hora. O José encontra-se a cerca de 1.700 quilómetros do arquipélago das Pequenas Antilhas, mas ainda não foi emitido qualquer alerta.

 

Do outro lado do Golfo do México, 300 quilómetros a nordeste da cidade mexicana de Veracruz, está o furacão Katia, com ventos de 120 quilómetros horários, que devem aumentar nas próximas 48 horas. Este furacão está a deslocar-se lentamente, a seis quilómetros por hora, para o sudeste, e a sua trajectória deve manter-se nas próximas horas.

 

Segundo o NHC, o governo do México decretou uma "vigilância furacão" para uma parte do litoral no Estado de Veracruz, entre Tuxpan e Laguna Verde. Esta medida significa que os ventos do furacão devem chegar à zona em questão em 48 horas. 

Irma provoca seis mortos em Saint-Martin e um em Antígua e Barbuda

 

O furacão Irma já provocou seis mortos na parte francesa da ilha de Saint-Martin, nas Antilhas Pequenas, anunciou o prefeito de Guadalupe, revendo em alta o número de vítimas mortais.

 

Antes, a ministra francesa do Ultramar, Annick Girardin, tinha informado que este furacão tinha causado pelo menos dois mortos e dois feridos nos territórios franceses de Saint-Martin e Saint Barthélemy.

 

Entretanto, o primeiro-ministro de Antígua e Barbuda, Gaston Browne, citado pela edição digital do Daily Observer, um dos principais meios de comunicação deste arquipélago, deu conta de um morto e da destruição de uma grande parte das habitações, em resultado da passagem do Irma, que também provocou graves estragos nas infra-estruturas.

 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Amado/Serra das Minas... 07.09.2017

..A mãe natureza está a "amaciar" ao "Américas" de forma a levarem uma "carga de porrada" dos Norte Coreanos comandados pelo seu Líder Kim . Prevê-se , e o CEO desta estação está a seu lado com armamento próprio, uma grande "limpeza" com um produto semelhante ao DUM.DUM enviado em misseis balísticos

pub