Mundo Trump classifica encontro com Vladimir Putin de "formidável"

Trump classifica encontro com Vladimir Putin de "formidável"

O presidente norte-americano, Donald Trump, qualificou este sábado de “formidável” o primeiro encontro com o seu homólogo russo, Vladimir Putin, que decorreu na sexta-feira à margem da reunião do G20, na cidade alemã de Hamburgo.
Trump classifica encontro com Vladimir Putin de "formidável"
Reuters
Lusa 08 de julho de 2017 às 10:31

"O encontro [com Putin] foi formidável", declarou Trump, no início de uma reunião com a primeira-ministra britânica Theresa May, com quem os Estados Unidos querem um acordo comercial forte "muito rapidamente".

Washington e Moscovo divulgaram versões contraditórias sobre a reunião dos dois líderes, com os norte-americanos a afiançarem que Trump afrontou a questão sensível da alegada interferência russa nas eleições para a Casa Branca.


Os russos garantiram que o presidente norte-americano "aceitou" as declarações de Putin, que negou quaisquer intromissões.


Consensual entre as duas partes foi o acordo para um cessar-fogo, a partir de domingo, no sudoeste da Síria.


Quanto ao encontro desta manhã entre Trump e May, o presidente norte-americano assegurou que entre os dois países haverá "muito, muito rapidamente" um acordo "muito forte", a nível comercial.


Aos jornalistas, o líder norte-americano notou "não haver outros países que possam estar tão próximos" como os EUA e o Reino Unido.


Questionado sobre uma deslocação a Londres, Trump respondeu afirmativamente, mas sem avançar datas para uma viagem, que já levantou polémica entre alguns sectores sociais britânicos.


Na agenda de May para este encontro estavam previstos os temas das alterações climáticas e o abandono dos EUA do acordo de Paris sobre esse tema.


Este segundo encontro bilateral ocorre depois do Reino Unido ter começado formalmente as negociações para a saída da União Europeia, na sequência de um referendo.


Para hoje Trump tem ainda previstos encontro bilaterais com o presidente chinês, Xi Jinping, o presidente indonésio, Joko Widodo, el primeiro-ministro de Singapura, Lee Hsien Loong, e com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
Saber mais e Alertas
pub