Américas Trump culpa democratas por demora na nomeação de novo procurador

Trump culpa democratas por demora na nomeação de novo procurador

O presidente norte-americano, que ontem demitiu Sally Yates do cargo, indicou um responsável para assumir interinamente as funções de procurador-geral. E responsabiliza os democratas pelo atraso na nomeação de Jeff Sessions.
Trump culpa democratas por demora na nomeação de novo procurador
Reuters
Paulo Zacarias Gomes 31 de janeiro de 2017 às 13:31

Uma vez mais através de uma mensagem colocada na rede social Twitter, o presidente norte-americano deixa palavras fortes aos rivais democratas, acusando-os de estarem a atrasar a escolha de Donald Trump para o cargo de procurador-geral.


"Quando é que os Democratas nos darão o nosso Procurador-Geral e o resto do gabinete! Deviam ter vergonha deles próprios! Não admira que [Washington] D.C. não funcione!," acusou o chefe de Estado norte-americano.


O Comité Judiciário do Senado adiou na semana passada, por sete dias e a pedido dos democratas, a votação do nome de Jeff Sessions, proposto pela administração republicana para o cargo. O argumento invocado foi o tempo necessário para digerir as 200 páginas com respostas do nomeado. 

Espera-se para esta terça-feira a votação do nome de Sessions – tido pelo Washington Post como o "padrinho" da agenda nacionalista de Trump -, seguindo depois para aprovação na câmara.

O protesto de Trump chega poucas horas depois de o presidente ter demitido a procuradora-geral interina, Sally Yates, ainda nomeada pelo seu antecessor Barack Obama, depois de aquela se ter negado a cumprir as ordens da Casa Branca.

Yates tinha dado ordem aos advogados do Ministério Público para não defenderem a proibição de entrada de refugiados e outros viajantes de países muçulmanos, ao arrepio da ordem executiva de Trump assinada na sexta-feira passada.
 

No comunicado de ontem, a Casa Branca afirmava que a saída de Yates se devia a ter "traído o Departamento de Justiça" por se ter recusado a cumprir uma ordem "destinada a proteger os cidadãos dos Estados Unidos".

 

Trump nomeou Dana Boente para procurador-geral transitório, que se manterá no cargo até que Sessions, um senador do Alabama, seja confirmado no Senado.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Só sei Há 4 semanas

Este sacana racista tem que ser rapidamente morto.

Anónimo Há 4 semanas

Tenho a sensação que existe demasiado "alarido" à volta de Trump!... Eu dou-lhe o benefício da dúvida!... Será que ....... se nos calarmos um pouco, ele não tomará medidas mais sensatas? Assim ... com todos os comentários altamente negativos que lhe são dirigidos, penso que a reacção dele continuará a ser esta .... ou pior!!!.... Aguardemos, serenamente!!!...

pub
pub
pub
pub