Europa Trump em Paris assiste ao desfile da Tomada da Bastilha e procura a paz com Macron

Trump em Paris assiste ao desfile da Tomada da Bastilha e procura a paz com Macron

Macron e Trump ensaiam uma aproximação numa visita oficial em que o presidente norte-americano é convidado de honra do desfile militar nos Campos Elísios, a assinalar a tomada da bastilha, mas também o centenário da entrada dos Estados Unidos na Primeira Grande Guerra.
Trump em Paris assiste ao desfile da Tomada da Bastilha e procura a paz com Macron
Reuters
Negócios 14 de julho de 2017 às 11:17

O presidente norte-americano assiste esta sexta-feira em Paris, nos Campos Elísios, ao desfile do 14 de Julho, que assinala a tomada da Bastilha, em 1789. Trump é o convidado de honra de Macron numa cerimónia cheia de significado histórico, já que este ano assinala também o primeiro centenário da entrada dos Estados Unidos na Primeira Guerra Mundial.

 

Trata-se do segundo dia da visita de Donald Trump a França, com o presidente Francês a estender-lhe o tapete vermelho e a marcar pontos numa aproximação, num momento em que o presidente americano está debaixo de fogo, por causa da polémica das suas relações e do seu filho com a Rússia.

 

Na Europa Trump não tem tido a vida facilitada, sobretudo da parte de Angela Merkel, e Macron, depois de um primeiro embate inicial, aposta agora numa estratégia de aproximação ao Estados Unidos, sublinhando a velha amizade que une os dois países.

 

As relações entre ambos têm sido marcadas pela tensão. Como com as afirmações de Trump quando deu França como exemplo do fracasso europeu na luta contra o terrorismo. Macron e Trump não podiam ser mais diferente, mas estão condenados a entender-se (ou, pelo menos, a ter de se aguentar um ao outro) e o presidente Francês apostou no simbolismo histórico para uma aproximação. E deverá tentar abordar temas fracturantes, como o acordo de Paris para as alterações climáticas, que Trump tratou de deitar por terra mal chegou ao poder.

 

A visita de Trump, com uma agenda que tem em primeiro plano a reunião bilateral com Macron, incluiu um jantar entre os dois casais, esta quinta-feira à noite, no restaurante panorâmico da Torre Eiffel. Trump deixou a sua marca habitual ao, como relata a Reuters, ter cumprimentado a primeira dama francesa por esta estar "em tão boa forma". 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub